Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Poluição marinha: Cuidado com a bandeira vermelha

Blog

Poluição marinha: Cuidado com a bandeira vermelha

Casos e Contos 20/12/2010
Compartilhar

Mar, sol, areia e férias. Tudo que vem a cabeça quando chega o verão. Mas é preciso tomar alguns cuidados. É nessa época do ano que o litoral recebe muitos turistas e o número de barcos e jet skis no mar aumentam, com isso o índice de poluição da água do mar também.

Segundo João Carlos Carvalho Milanelli, gerente da agência ambiental da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) de Ubatuba, o índice de poluição no período de férias se dão por dois principais motivos: aumento da população das cidades litorâneas e  alto índice de chuvas:

“O litoral norte de São Paulo recebe mais de um milhão de turistas no período de dezembro a fevereiro e é nessa época também que a intensidade das chuvas aumenta. A junção desses dois fatores resulta num grande aumento da demanda sanitária, o que provoca a poluição das praias e modifica a balneabilidade das praias - indicador de qualidade ambiental das praias – deixando as bandeiras da Cetesb vermelhas”, explica.

Ações para diminuir o aumento da poluição nas águas do litoral norte de São Paulo sempre são colocadas em práticas. O Projeto Onda Limpa da Sabesp, que prevê um forte investimento na melhora das redes sanitárias das quatro cidades do litoral norte: Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela, é um de muitos que serão colocados em ação neste verão e nos próximos:

“A expectativa é que em 2014 o problema com o saneamento esteja praticamente resolvido”, comenta Milanelli.

Mas não pense que os barcos e os jet skis ficam de fora da contribuição para poluição da água do mar. O movimento intenso de embarcações nessa época do ano também causa impactos não muito agradáveis para os oceanos:

“Mais de 90 % dos barcos não tem o sistema sanitário adequado”, revela o gerente da agência ambiental de Ubatuba.

Como colaborar para a não poluição?

João Carlos Carvalho Milanelli, gerente da agência ambiental da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) de Ubatuba deixa algumas dicas:

Para os turistas

  • Ficar atento a bandeira de balneabilidade das praias. Se estiver vermelha, evite entrar no mar;
  • Não leve cachorro na praia;
  • Recolha o lixo e não joque-o na areia;
  • Faça manutenção constante das fossas da casa de praia;

 

Para os donos de embarcação

 

  • Não lance resíduo sólido de lixo no mar durante as atividades - recicle o que for possível;
  • Não jogue plástico na água. O material é totalmente maléfico para os animais marinhos o que pode vir causar até a morte desses animais;
  • Evite a saturação do tanque de combustível e faça abastecimento em postos remanejados ou na própria marina;
  • Não use o banheiro do barco quando o mesmo estiver atracado.

 

Sobre João Carlos Carvalho Milanelli

Biólogo e doutor em Oceanografia. Desde 1988 João Milanelli é funcionário da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Em 2007 assumiu o cargo de gerente da agência ambiental da Cetesb em Ubatuba. Atualmente também é coordenador geral do Projeto Marinas, que visa à certificação ambiental para o funcionamento de marinas em todo o estado de São Paulo.

Bruna Sales para Bombarco
Foto: divulgação