Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Programa de limpeza de barcos e marinas é prioridade na Flórida

Blog

Programa de limpeza de barcos e marinas é prioridade na Flórida

Casos e Contos 13/10/2010
Compartilhar

O estado americano da Flórida, nos Estados Unidos, é movido pelo turismo, que movimenta anualmente U$ 56 bilhões. Recebe, diariamente, milhares de barcos, que poderiam ocasionar um alto índice de poluição do mar. Mas o estado não deixa de lado as suas preocupações com o meio ambiente.

O Bombarco esteve na Flórida e conheceu de perto os programas de preservação e a frequente fiscalização ambiental das empresas náuticas. O que vimos por lá foi um grande avanço ambiental e um exemplo a ser seguido em nosso País.

Na Flórida, há programas e leis que regulamentam, por exemplo, o descarte do esgoto das embarcações. Uma lei federal de 1992 proíbe o descarte de esgoto bruto em água doce ou dentro de águas costeiras. Em 1994 foram criadas mais de 350 instalações de recolhimento de esgoto das embarcações em todo o estado. São os famosos Pumpouts.

O Departamento de Proteção Ambiental da Flórida também executa, desde 2000, programas ambientais. Um deles é o “Clean Boating Habits”, que incentiva a limpeza dos barcos, bem como das marinas e estaleiros da região.

No Brasil, contudo, a fiscalização ambiental em barcos, marinas e estaleiros deixa muito a desejar. Fato esse comprovado pelo Bombarco que entrou em contato com assessorias de comunicação de três órgãos fiscalizadores de três estados: Inea, do Rio de Janeiro; Fatma, de Santa Catarina, e Sabesp, de São Paulo. Os dois primeiros não se manifestaram, e a Sabesp citou o projeto Navega São Paulo – programa de limpeza do rio Tietê, e não de fiscalização ambiental de marinas e estaleiros.

O programa americano

O “Clean Boating Habits” é um dos principais programas de preservação e de fiscalização ambiental da Flórida. Ele incentiva a limpeza dos barcos, marinas e estaleiros, além de orientá-los em práticas de preservação: manutenção correta dos barcos, diminuição do uso da embracação e descarte adequado de materiais perigosos.

Por exemplo, ao fazer a manuntenção do barco, é preciso verificar que nenhum tipo de produto químico, como solventes e resíduos de tintas, tenha sido lançado ao mar, pois são tóxicos à vida marinha.

Tanto na na Flórida quanto no Brasil diversos itens podem contaminar as águas. Mais conhecidos são o derramamento de óleo, a falta de manutenção frequente dos barcos e o esgoto que, muitas vezes, é lançado diretamente ao mar.

Mas, nos estados do litoral americano, programas e fiscalizações ambientais ocorrem periodicamente. É preciso seguir uma série de regras de preservação para que uma marina ou um estaleiro possa manter suas portas abertas.

Faça a sua parte

O Bombarco quer ajudar o meio ambiente. Enquanto os órgãos estaduais não tomam nenhuma atitude para preservação de nossos mares, aí vão algumas dicas para você colaborar com a preservação ambiental:

  • Não jogue lixo no mar (plástico, latinhas, papéis);
  • Não despeje o esgoto de sua embarcação nas águas. Há produtos especiais para solucionar este problema;
  • Faça a manutenção periódica de seu barco.

 

Confira as fotos: Clique aqui


Bruna Sales e Vanessa Xavier para Bombarco