Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Stand Up Paddle: As vantagens de levar uma prancha de SUP com você no barco

Blog

Stand Up Paddle: As vantagens de levar uma prancha de SUP com você no barco

Esporte náutico e Lazer a Bordo 07/03/2013
Compartilhar

O Stand Up Paddle é a atual febre do momento quando se trata de esportes aquáticos. Os lancheiros estão começando a aderir à prática e incluindo as pranchas de SUP nos itens essenciais para qualquer passeio de barco. Joel Reis, proprietário orgulhoso de uma Triton i275, é um deles.

O interesse do lancheiro pelo SUP surgiu ao ver o número de praticantes na Praia da Enseada, no Guarujá, começar a crescer. “Vimos que tem pessoas que faziam aula e alugam a prancha, aí despertou a curiosidade de aprender. Alugamos umas três ou quatro vezes e decidimos de comprar uma para nós”, conta Joel, que escolheu um modelo com 10,7 pés de comprimento.

Joel costuma navegar com a família e os amigos no Guarujá - a lancha, batizado pelo filho do piloto como Allegria, fica atracada na Marina Astúrias - e conta que comprar a lancha “foi a melhor coisa que fizemos. Paramos o barco em qualquer praia e já começa a brincadeira. Pode acreditar, é uma farra total,” conta rindo. As gargalhadas são garantidas principalmente pelos amigos que ainda nunca andaram de SUP e tomam alguns tombos nas primeiras tentativas.

Entre as vantagens do SUP é que ele pode ser praticado em diversos lugares e por pessoas de qualquer idade. Joel conta que os melhores lugares para dar algumas remadas no Guarujá são as praias da Enseada e de Pernambuco.

“A vantagem de levar a prancha é muita, inclusive quando estamos com amigos porque chega uma hora em que não tem o que fazer no barco, aí a criançada começa o show de remadas e caídas”, conta. Marcelo, um amigo de Joel também comprou uma prancha para levar para os passeios a bordo da Allegria, e mandou fazer um remo especial para os seus filhos. Até o caçula Bruno, de cinco anos, se arrisca nas braçadas.

A lancha

Joel comprou sua Triton i275 em fevereiro de 2012, na BoatSP, revendedora das lanchas Triton em São Paulo, e a equipou com um motor 5,7 Mercury. A escolha pelo modelo veio depois de analisar alguns pontos muito importantes para ele: o custo benefício, e o bom acabamento, espaço, caso e assistência técnica.

A boa navegação e a targa, por não ser alta demais e não bater na cabeça na hora de embarcar, também ajudaram a conquistar o lancheiro. A porta de correr que dá acesso à cabine foi outro detalhe que agradou por garantir boa ventilação na cabine.

 

Saiba mais sobre SUP

 

 

Marília Passos para Bombarco
Fotos: Divulgação/Triton e BoBA (Creative Commons)