Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Um panorama geral dos jet skis

Blog

Um panorama geral dos jet skis

Esporte náutico e Lazer a Bordo 07/08/2009
Compartilhar

Adrenalina e sensação de liberdade, as motos aquáticas - popularmente conhecidas como jet skis - têm conquistado a cada dia mais adeptos. O que é moda entre as celebridades de todo o mundo, é também, hoje, é um dos esportes aquáticos mais populares. No Brasil, não é diferente. O barulho dos motores também estão presentes nas praias, represas e lagos, e têm conquistado o coração de muitos brasileiros.

Hoje, a oferta de modelos e marcas de motos aquáticas é variada, principalmente para aqueles que estão entrando nesse novo mundo. A partir de R$ 10 mil, é possível encontrar modelos usados. No entanto, esse valor pode superar a casa dos R$ 70 mil. Por exemplo, os motores de 580, 650 e 720cc possuem preços acessíveis e as peças de reposição são fáceis de adquirir. Já os modelos de 800cc com 110hp e 901cc com 130hp são mais velozes, mas têm custo de manutenção mais elevado.

Entre os modelos, há aqueles em que o condutor anda em pé ou sentado. Devido as dificuldades de utilização, quem adquire o primeiro jet ski prefere o modelo de andar sentado.

No Brasil, as marcas mais comercializadas são o Sea-Doo e a Yamaha, devido ao maior número de concessionárias e assistências técnicas. Além da oferta, o iniciante também deve ficar atento a manutenção, que ainda é cara no país.  

Documentação do jet ski

Todo jet ski deve possuir uma nota fiscal de aquisição, utilizada para dar entrada na documentação na Capitania dos Portos da região e onde ficará arquivada. É obrigatório o porte dos seguintes documentos: título de inscrição de embarcação miúda (TIEM), seguro obrigatório quitado e termo de responsabilidade da embarcação, além da carteira de habilitação amadora do condutor (categoria Arrais Amador).
No momento da aquisição também é preciso verificar a existência da autorização para transferência de propriedade, que deve ser preenchida e com firma reconhecida no cartório. Com o número e nome de inscrição do jet ski é importante verificar também na Capitania dos Portos, se há débitos ou pendências administrativas do mesmo.

Transporte e conservação do jet ski

Após a aquisição, o cuidado com transporte e o armazenamento também são importantes para a boa conservação do jet ski. Sempre que transportar, principalmente em carretas rodoviárias, certifique-se se está devidamente amarrado. Utilize sempre cintas do tipo catracas, que lhe garantirá mais segurança.
Nessa época de inverno, quando a utilização do jet ski é mais rara, é necessário a atenção na conservação. Sempre que o produto ficar parado por longos períodos, é preciso esgotar o tanque de combustível e também a gasolina que está no carburador. Deixe a bateria desconectada para não descarregá-la. Quando for ativar o jet ski, coloque sempre gasolina e óleos novos no tanque e adicionar um pouco também no carburador.

Recomendações ao pilotar o jet ski

 

- Uso do colete salva-vidas. A chave de segurança deve ser amarrada ao pulso ou colete, quando estiver pilotando;
- Documentação do jet ski e também do condutor. A idade mínima para a obtenção da habilitação é de 18 anos.
- É recomendado o uso de luvas e óculos protetores.
- Por ser uma embarcação de propulsão a jato, no jet ski o leme é a própria propulsão. A velocidade é superior de muitos barcos, e qualquer descuido provoca graves acidentes.
- É proibido pilotar o jet ski a menos de 200 metros da praia;
- Reduza a velocidade em áreas de apoio, rampas, marinas flutuantes, entre outros.
Documentação necessária para quem irá conduzir o jet ski (categoria Arrais Amador)
- Cópia autenticada da carteira de identidade;
- Cópia autenticada do CPF;
- Atestado médico que comprove um bom estado psicofísico (físico, mental, auditivo e visual) e suas limitações, caso existam;
- Guia de recolhimento paga em bancos, que pode ser baixada no site da Diretoria de Portos e Costas https://www.dpc.mar.mil.br/ ou solicitada na Capitania dos Portos mais perto de sua residência;
- Cópia do comprovante de residência (conta de água, luz ou telefone).

 

Thassia Ohphata
Fotos: Marcos A. Pertinhes