Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Andrea Moller: a atleta de Stand up Paddle do Brasil radicada no Hawai

Blog

Andrea Moller: a atleta de Stand up Paddle do Brasil radicada no Hawai

Manutenção de Equipamentos 19/07/2011
Compartilhar

Brasileira nascida na cidade de Ilhabela, no litoral Norte de São Paulo, Andrea Moller mudou-se para o Hawaí em 1998, para atuar como paramédica e surfista. Em 2005, começou a praticar Stand up Paddle, quando a modalidade surgia nas águas de Maui, no Hawaí, EUA, e deu início a uma carreira de destaque fora do País.

A atleta brasileira já conquistou inúmeros campeonatos internacionais, principalmente no Hawaí:

“Em 2010 conquistei o recorde mundial da travessia do canal Molokai para Oahu em seis horas exatas, no Hawaí. Além das travessias do canal, ganhei também campeonatos conhecidos mundialmente como o Batle of the Paddle – longa distância em 2010, e o evento Olukai com modalidade de SUP e canoa havaiana por três anos consecutivos”, conta Andrea Moller.   

Os treinos

Andrea mora na cidade de Maui, no Hawaí com a filha. Os treinos são feitos do lado norte da Ilha de Maui, local onde as águas apresentam diversas condições:

“Geralmente condições de vento forte criando ondas tipo mar aberto que gerencia o surfe (ondas que não quebram rapidamente), o que eu gosto muito. Também temos dias de água flat, lisa sem onda, boa para o treino forte de velocidade e cardiovascular”, revela Moller.

Pela manhã, a atleta rema na água lisa com exercícios de intervalos e também no final da tarde fazendo a famosa rota de Maliko para Kahului, o que resulta em 15 quilômetros remando a favor do vento surfando ondas.

A frequência de treinos nem sempre é como Andrea gostaria. “Eu trabalho como paramédica e também tomo conta da família (tenho uma filha de oito anos). Eu remo quatro vezes por semana. Pela manhã ao nascer do sol e no final de tarde. Além do remo, faço treinos paralelos como ciclismo, corrida e natação. Meu surfe de ondas grandes durante o inverno também colabora muito com a forma física e a experiência de surfe no SUP”, explica.  

Quando tudo começou

“Desde a primeira vez que vi o Stand up Paddle tive vontade de conhecer e praticar. Quando subi na prancha e remei por alguns minutos eu sabia que isso conquistaria meu coração. Na época, eu e a Maria Souza, minha parceira de tow-in surfing (modalidade em que o surfista é puxado por um Jet-ski ou por um helicóptero), também brasileira, fizemos um time para remar o famoso canal de Molokai para Oahu. Nós duas formamos o primeiro e único time feminino a fazer tal desafio. Na verdade só havia dois outros times masculinos competindo. O esporte era raro e as pranchas eram difíceis de controlar. Foram sete horas e meia remando 52 quilômetros até a ilha de Oahu, com ondas grandes e correntes fortes, mas muita aventura boa em alto mar. Desde essa travessia do canal eu passei a me dedicar a esse campeonato. Agora seis anos depois, o campeonato da travessia do canal deverá receber mais de 200 participantes”.  

Títulos conquistados

2011
1º Molokai – Oahu Race, OC1, relay, 68 Km
1º Olukai Race, elite, SUP, 13 Km
1º Olukai Race, OC1, elite, 13 Km
1º Triple Crown, I: Maliko race, SUP, 15 Km
1º Triple Crown, II: Honolua Bay race, SUP, 35 Km

2010
1º Molokai – Oahu Race, OC1, relay, 68 Km
2º Molokai – Oahu Race, OC1, SOLO, 54 Km
1º Olukai Race, elite, SUP, 13 Km
1º Olukai Race, OC1, 13 Km, elite race
1º Molokai – Oahu Race, SUP, 54 Km


Bruna Sales para Bombarco
Foto: divulgação