Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Beto Pandiani é um velejador aventureiro

Blog

Beto Pandiani é um velejador aventureiro

Manutenção de Equipamentos 02/08/2011
Compartilhar

Experiência no mar é o que não falta para este velejador. Há 30 anos, o santista Roberto Dias Pandiani, começou sua história com a vela. Acostumado a velejar em barcos menores, como o barcos catamarãs sem cabine, Beto já realizou algumas expedições pelos mais temidos mares de todo o mundo – seis no total.

Filho do também velejador italiano Corrado Pandiani, conquistou prêmios nacionais e internacionais e coleciona marcos vitoriosos na história da vela mundial. Tanto reconhecimento vem de muito esforço. Beto revela que todos os finais de semanas se dedica à vela:
“Velejo, sempre que estou de folga, na cidade de Ilhabela”.

Atualmente, além de velejar, Pandiani também ministra palestras sobre planejamento, gerenciamento de risco, superação de resultados e trabalho em equipe para grandes empresas.

A próxima expedição de Beto Pandiani será realizada no ano que vem:
“Estamos nos preparando para partir de Capetown, na África do Sul, até a cidade de Ilhabela, passando pelo Rio de Janeiro”.

Baleia a vista

“Durante expedição Travessia do Drake, em 2003, quando eu e o velejador Ducan Ross, partimos da Argentina até a Antártica a bordo de um Catamarã 21 pés, nos deparamos com uma situação que nos assustou, apesar de tanta experiência em alto mar. Estávamos atravessando o mar considerado o mais perigoso do mundo, e éramos os primeiros a atravessar a passagem de Drake num barco sem cabine. No meio de uma tempestade, os termômetros marcavam 20 graus negativos e ondas grandes atingiam a nossa embarcação. Já estávamos atentos, pois nevava muito neste dia. Enquanto nos segurávamos para o barco não virar com tanta onda, uma baleia levantou bem na frente do nosso barco. Ficamos desesperados, mas conseguimos, não sei como, desviar a tempo. Apesar da experiência, no mar não tem como prever tudo o que vai acontecer. Situações inesperadas devem ser pensadas. Mas não aconselho a ninguém fazer aquilo que fizemos (risos)”.

Bruna Sales para Bombarco
Foto: Divulgação