Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Recife Boat Show: Os criadores do salão náutico de Pernambuco

Blog

Recife Boat Show: Os criadores do salão náutico de Pernambuco

Manutenção de Equipamentos 16/10/2013
Compartilhar

A região Nordeste só cresce no cenário econômico brasileiro e, consequentemente, no mercado náutico nacional. Com esse potencial em mente, Jonas Moura, 33 anos, e Jorge Carriço, 40, decidiram investir no setor, levando lanchas e jet skis para dentro da Newcomex, empresa de importação e representação de produtos importados e de luxo, e, em 2012, criando o Recife Boat Show, que em sua segunda edição reuniu 15 mil pessoas, movimentou R$ 49 milhões e contabilizou a venda de 79 lanchas e 19 jet skis.

Potencial

Formados em Direito e sócios do escritório de advocacia Moura e Carriço Advogados, Jonas e Jorge provam que, além de especialistas em leis, também tem um bom faro para negócios. Notando a possibilidade de explorar o potencial econômico da região Nordeste, com destaque para Pernambuco, os sócios criaram, em 2010, a Newcomex, empresa com foco na importação de carros importados. As motocicletas seguiram e o leque de motorizados logo englobou as motos aquáticas (jet skis da Yamaha, Sea-Doo e Kawasaki).

Com um pé já no mercado náutico, não foi difícil abrir as portas para as lanchas. “Verificamos que o Nordeste tinha um grande potencial de desenvolvimento na área náutica, porém encontrava-se desassistido de empresas nessa área, o que motivou a Newcomex a investir nessa área surgindo assim a possibilidade de ser representante dos principais estaleiros nacionais em Pernambuco,” explica Jorge Carriço.

A empresa levou para o estado as lanchas Ventura, do estaleiro mineiro Marine Marine; as lanchas Focker, do gaúcho Fibrafort; e recentemente, completou seu portfólio com as lanchas da Beneteau. O estaleiro francês é representado exclusivamente no Brasil pelo Grupo Sailing, que assinou a Newcomex como revendedora oficial das lanchas em Pernambuco.

Êxitos

O primeiro fruto da parceria com Beneteau e o Grupo Sailing foi colhido durante o segundo Recife Boat Show, com a venda de uma Gran Tursimo 38, o primeiro modelo levado pela Newcomex para o estado.

E o próprio Recife Boat Show se apresenta como consequência do investimento da dupla no mercado náutico. Criado para suprir a necessidade de um grande evento náutico da região, o salão conquistou logo na sua primeira edição um público de 17 mil pessoas e movimentou R$ 40 milhões, valor quatro vezes maior que o esperado pela organização.


A necessidade de grandes eventos de barcos no Nordeste é comprovada pelo investimento da Reeds Exhibition, que dedicou boa parte do Nordeste Motor Show aos expositores de lanchas e jet skis em sua primeira edição, em 2013.

Homens do mar

Além de investidores do mercado náutico, Jonas e Jorge também são movidos pela paixão por barcos. Eles são os orgulhosos proprietários de uma Ecomariner 55, a All In, do estaleiro pernambucano Ecomariner, mas estão em via de comprar uma nova lancha, provavelmente um modelo da linha Gran Turismo da Beneteau.


Marília Passos para Bombarco
Foto: Charles Johnson/Bombarco