Sua mensagem foi enviada com sucesso!
A 13ª edição do Rio Boat Show apresentou novidades que merecem destaque

Blog

A 13ª edição do Rio Boat Show apresentou novidades que merecem destaque

Mercado 22/04/2010
Compartilhar

A 13º edição do Rio Boat Show foi palco dos principais lançamentos do setor náutico brasileiro. Encerrado no último dia 16 de abril, na Marina da Glória, Rio de Janeiro, os 130 expositores mostraram suas novidades aos mais de 35 mil visitantes que passaram pelos 46 mil m² do salão.

Essa edição do Rio Boat Show gerou em torno de R$ 150 milhões em negócios e apresentou novidades como o maior iate já mostrado em um salão brasileiro, o Ferretti 830, o primeiro iate da nova linha do fabricante italiano, embarcação de 83 pés de comprimento exposto pelo Ferrettigroup. Que, além de mostrar os barcos, anunciou oficialmente a união do maior estaleiro italiano, o Ferretti, com a empresa brasileira Spirit, criando o Ferrettigroup Brasil.

A Intermarine, estaleiro líder em embarcações de alto desempenho no Brasil, fez o lançamento da Intermarine 540, sua nova embarcação cabinada com flybridge, de 54 pés. Espaçosa e de fácil circulação, a praça de popa possuirá assentos e mesa para refeições. A motorização composta por dois Volvo Penta D12 de 800 hp formará com o casco da nova Intermarine um conjunto de excelente navegabilidade.

A MCP Yachts apresentou o Classic 76 com casaria ampliada pelo conceito do formato full beam, propiciando um salão no convés principal que possui o tamanho da boca da embarcação. O salão e o fly bridge do Classic 76 podem ser comparados aos de barcos de mais de 90 pés de comprimento. Além das embarcações mostradas no salão a MCP anunciou o lançamento do maior e mais completo iate da América Latina feito em alumínio, o Hemisphere 140, que será construído a partir de junho, na unidade do Guarujá. Parte do projeto está sendo desenvolvido em parceria com a holandesa Vripack.

A fabricante de motores Volvo Penta lançou os motores D3 220, D3 200 e D3 170, mais econômicos e menos poluentes, estes novos modelos são a vanguarda em motores marítimos. A linha de motores lançada agora pode equipar barcos que vão de 23 pés a 36 pés. O D3 220hp, por exemplo, é indicado para a classe de embarcações daycruiser de 30 pés e 32 pés.

Já a Mercury lançou o motor de popa Verado 350, um 4 tempos com 6 cilindros em linha, com supercharger, direção eletro-hidráulica e comando eletrônico. Além do motor centro-rabeta Axius, uma parelha diesel QSD 4.2 com 350 cavalos, 6 cilindros em linha, com rabeta Bravo 3 de hélices contra-rotantes, comando eletrônico, piloto automático e comando por joystick, dispositivo que permite atracação totalmente intuitiva, mesmo para um leigo em náutica.

O Rio Boat Show também foi palco para o relançamento no mercado nacional da britânica Fairline, um dos maiores e mais prestigiados estaleiros de embarcações de luxo do mundo e para a eleição da nova diretoria da Acobar - Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e seus Implementos, elegendo o empresário Eduardo Colunna, do estaleiro Colunna, como o novo presidente da entidade.

O evento teve, ainda, o 1º Fórum Nacional para o Desenvolvimento do Turismo Náutico no Brasil, com participação do Ministério do Turismo e com palestrantes nacionais e internacionais que durante três dias trocaram experiências.

A 13ª edição do Rio Boat Show teve como patrocinadores a Volkswagen, Aymoré Financiamentos e Claro.


Vanessa Xavier para Bombarco
Fotos: Marcio Ishihara