Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Energia limpa: Motores de popa elétricos Torqeedo abrem espaço no mercado brasileiro

Blog

Energia limpa: Motores de popa elétricos Torqeedo abrem espaço no mercado brasileiro

Mercado 31/07/2013
Compartilhar

Com pouco mais de sete anos de existência, a Torqeedo e seus motores de popa elétricos já têm 60% do Market share da Alemanha, seu país de origem, e, presentes no Brasil desde 2012, têm conquistado aos poucos um importante espaço no mercado nacional. Seu sucesso se deve principalmente ao caráter high tech dos produtos, explica Anderson Anthony Linzmeyer, representante da marca, que acredita que o conforto e praticidade dos motores, que são facilmente acionados, têm GPS integrado, informam suprimento da bateria e não fazem sujeira alguma,  acaba por ter mais peso na decisão do consumidor brasileiro do que o fato do produto gerar energia limpa, ou seja, não é poluente, como é o caso dos motores a gasolina o diesel.

É claro que o caráter ecológico também pesa na decisão de quem está engajado na preservação do meio ambiente. A Marina Porto Ilhabela, por exemplo, além de ser a primeira distribuidora oficial dos motores de popa elétricos da Torqeedo no Brasil, já se comprometeu a adotar o produto em toda a sua frota de embarcações de apoio. E, como velejadores são um dos públicos alvos da Torqeedo, a marca e a marina aproveitaram a Rolex Ilhabela Sailing Week 2013, realizada entre 6 e 13 de julho, para testar alguns modelos de motores (Travel 1003 L, o Travel 1003 S, o Cruise 2.0 e o Cruise 4.0) nos barcos que estavam na ilha para a participar e acompanhar a competição .

Além de barcos a vela, os motores de popa elétricos da Torqeedo também podem equipar botes infláveis e outras embarcações pequenas: o Cruise 4.0, por exemplo, puxa até 4 toneladas com facilidade. O Travel 1003 até o momento é o modelo que mais faz sucesso no Brasil, sendo indicado para barcos infláveis e veleiros com até 1,5 toneladas. E Anderson conta que muitos negócios têm sido fechados com empresas de transporte fluvial, por exemplo.

A Torqeedo tem planejadas outras ações para apresentar os motores de popa de elétricos em eventos, como feiras náuticas, até o fim de 2013.

Custo-benefício

A Torqeedo tem quatro modelos de motores, o Travel 503/1003, Cuiser 2.0/4.0, o Ultralight 403 e o mais recente e diversas vezes premiado Deep Blue, além do carregador solar 45 W, para o Ultralight e Travel, e a Power 26-104, bateria para o Cruise. Os modelos custam até duas vezes mais que os motores de popa tradicionais, mas Anderson explica que as vantagens acabam por compensar a diferença de valor e o produto também acaba se pagando, pois o proprietário economiza com manutenção, combustível e tempo.  

A manutenção, na verdade, é praticamente inexistente, explica Anderson. Ao contrário dos motores de combustão, não é preciso fazer a revisão após um determinado número de horas, não é preciso trocar o óleo ou fazer a limpeza do tanque, já que os motores de popa elétricos não têm tanque. A única revisão que precisa ser feita é da bateria de lítio, a partir do quinto ano de uso, para restabelecer a carga máxima dela.

Diferenciado

Energia limpa a parte, os motores de popa elétricos da Torqeedo se destacam também no quesito que mais importa para os pilotos: eficiência. Os produtos da empresa alemã têm uma eficiência de entre 44% e 56%, o que é significantemente superior aos 35% de outros motores de popa elétricos  ou os 15% dos motores de popa a gasolina.

Essa maior eficiência é conseguida graças à otimização da potência de propulsão dos motores, que por sua vez é garantida pelo uso de modernas tecnologias desde a construção do rotor até o design das hélices.


Continue ligado no Bombarco para saber mais sobre os motores da Torqeedo.


Marília Passos para Bombarco
Fotos: Torqeedo