Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Joystick – Navegação fácil e intuitiva

Blog

Joystick – Navegação fácil e intuitiva

Mercado 30/05/2014
Compartilhar

Manobras como atracar e desatracar podem deixar até os marinheiro experientes numa situação difícil, dependendo do tamanho da vaga e das embarcações ao redor. Felizmente, as empresas do mercado náutico têm investido no desenvolvimento de tecnologias para facilitar a vida a bordo e já oferecem uma solução para quem precisa realizar manobras com precisão: o joystick.


Direcionando o controle (joystick) com um simples toque, o comandante da embarcação pode fazê-la se mover para frente ou para trás, de lado, ou na diagonal, com precisão graças às “unidades de transmissão individualmente direcionáveis” – e é possível ainda fazer com que o barco gire em torno do próprio eixo. Mas é preciso ter dois motores ou mais na lancha, que pode ter motorização de popa, rabeta ou centro.


Confira o vídeo ao lado para ver as manobras que são possíveis fazer com o joystick!


No Brasil, duas marcas já disponibilizam o acessório: a Volvo Penta e Mercury Marine. A primeira disponibiliza seu joystick para todos os motores a gasolina V8, todos os a diesel com rabeta Aquamatic e em todas as versões de IPS. A Mercury Marine ofecere o Joystick Piloting  para os motores de popa, o Axius Joystick Piloting para motores de rabeta, e o Zeus para os pod drives (semelhantes ao IPS).

Lanchas das marcas Bayliner, Beneteau, Boston Whaler, Cimitarra, Sea Ray, Triton, Four Winns e Coral já estão equipadas com o joystick da Mercury.  A Schaefer 800 e Solara 520 são alguns dos modelos de barcos brasileiros que já foram lançados com o joystick da Volvo Penta.

A Yamaha e Evinrude (BRP) também têm seus joysticks, mas eles não estão disponíveis nos Brasil ainda.

Âncora eletrônica

Além das manobras de atracação e desatracação, a mesma tecnologia que permite direcionar as individualmente as rabeta possibilita usar uma âncora eletrônica, ou seja, fixar eletronicamente uma coordenada e deixar os motores trabalhando para manter seu barco exatamente ali. Muito prático para pescadores, por exemplo.

A Mercury tem o Skyhook: com o toque de um botão, o Skyhook localiza com precisão a posição do barco usando o GPS e os motores e propulsores trabalham independentemente para manter aquela posição.

O Volvo Penta Dynamic Positioning funciona da mesma forma: um software sofisticado e especialmente desenvolvido no sistema EVC transforma a informação de localização do GPS em ângulos de direção, movimentos de engrenagem e posição de aceleração para manter o barco parado. Está disponível para todos os modelos IPS de 2010 para frente.

Piloto automático

Tanto com motores Mercury e Volvo Penta, também é possível usar o joystick no piloto automático.

O Integrated Autopilot da Mercury permite que o comandante da embarcação mantenha o curso e faça pequenas correções na rota com apenas um toque, graças a uma bússola digital. Ajustes de um grau podem ser feitos com uma batidinha no joystick, ajustes maiores são feitos no painel de controle. Também é possível programar viagens com diversas paradas no percurso.

A Volvo Penta tem o Joystick Driving integrado ao Autopilot. Um simples toque num botão aciona a função e o piloto pode comandar o barco com apenas uma mão, independente da velocidade, com resposta perfeita. E qualquer alteração na rota pode ser feita movendo o joystick.

Valores e adaptações

O joystick da Mercury Marine custa a partir de R$ 16.720,00 - e o cliente pode pedir integração com charterplotter e GPS. Já na Volvo Penta, a diferença de preço de um conjunto de motores com e sem joystick é a partir de R$ 25.000,00.

O ideal é comprar o barco e já pedir o joystick no conjunto para o estaleiro, embora, às vezes, dependendo do motor, é possível fazer um upgrade, mas fica mais caro.

Ricardo Pessoa, Gerente de Serviço Mercury Marine do Brasil, explica que vale mais a pena comprar um motor já integrado e pedir que o sistema de joystick seja instalado quando o barco ainda está no estaleiro, pois, mesmo que seja possível fazer o upgrade num conjunto, sai mais caro.

A Volvo Penta explica que “teoricamente sempre é possível incluir joysticks onde não tem. Em alguns casos é simples, e em outros o custo pode inviabilizar”. Recomenda-se o contato com a rede autorizada para uma avaliação.


Curta a página do Bombarco no Facebook e fique por dentro de todas as novidades do mercado náutico!


Marília Passos para Bombarco
Foto: Mercury Marine