Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Lancha usada é uma boa opção para começar no mercado náutico

Blog

Lancha usada é uma boa opção para começar no mercado náutico

Mercado 30/11/2011
Compartilhar

Se você está interessado em entrar para o mundo náutico e quer adquirir a sua primeira lancha a fim de conhecer melhor este universo, a lancha usada pode ser uma ótima opção, já que o investimento inicial é bem mais acessível. Por outro lado, existem riscos que devem ser levados em conta. Para obter uma boa compra, o Bombarco entrevistou especialistas no assunto, e mostra um pouco das vantagens e desvantagens na aquisição de um barco seminovo.

De acordo com consultor de vendas da Regatta Yachts, Cesar Eduardo Rocha Filho, uma das principais vantagens de se comprar uma lancha usada é a sua desvalorização. “Por ser um seminovo, o preço cai bastante e é vantajoso para o cliente, porque a maioria vem com a garantia”, afirma.

Para ele, outro item em destaque é a dinâmica da indústria náutica, que permite a instalação de diversos acessórios. Em uma embarcação seminova, a maioria destes acessórios extras já está incluso como, por exemplo, o GPS, o rádio VHS, âncora e material de salvatagem exigido pela Marinha, entre outros. Ou seja, o consumidor não precisa se preocupar em reservar um dinheiro para investir nestes adicionais. “Normalmente, os barcos seminovos já vêm bem equipados, mas tudo depende de quem montou a embarcação”, ressalta.

Além disso, o consultor cita também o próprio uso da lancha. “A indústria náutica ainda é muito artesanal. Se a embarcação já foi utilizada, sabe-se que ela tem este tempo de uso, assim, já existe esta garantia de que o veículo está bom”, diz.

De acordo com ele, a principal desvantagem neste processo de compra é, na maioria dos casos, a falta de procedência. “O consumidor sempre deve procurar uma fonte confiável na hora de adquirir a embarcação. Acredito que este é um dos riscos que o cliente pode correr, principalmente quando se trata de barcos particulares, em que não se sabe o seu histórico, se houve manutenção adequada, entre outros aspectos”, afirma.

Outra opção, com um pouco mais de investimento, é a compra de uma lancha nova. “Para muitos é a realização de um sonho. Ao definir o tamanho e o quanto quer investir para a aquisição, o dealer deve dar todo o suporte ao cliente do início da construção até a entrega final”, diz o diretor da SPMarine/Mondblu, Gilberto Pini.

Lembrando ainda que este processo é demorado, podendo levar em média de três a seis meses. “O prazo depende da programação da produção e demanda”, esclarece Pini.

Uma dica para o consumidor que se sentir inseguro em fazer a escolha do barco sozinho, é pedir a ajuda de alguém mais experiente na área ou até mesmo consultar um revendedor de confiança.

 

Veja também:

 

Veja embarcações usadas em Compre sua Embarcação!

 

Redação: Laíla Kamegasawa para o Bombarco
Foto: Bombarco