Sua mensagem foi enviada com sucesso!
O bom Marinheiro

Blog

O bom Marinheiro

Mercado 08/12/2009
Compartilhar

Mais do que boas referências um bom marinheiro hoje é aquele que tem um elabordo currículo
Se antes, um marinheiro era contratado simplesmente por ser “conhecido” de alguém da família ou de amigos, a atual realidade no mercado de trabalho para estes profissionais é bem diferente. Mais do que a referência, hoje, os exigentes proprietários de embarcações buscam um candidato com currículo elaborado.

A sofisticação dos novos barcos, instrumentos, acessórios, equipamentos de navegação e uso da informática tornaram a tarefa dos marinheiros mais complexa e que, cada vez mais, requer mais responsabilidade.

Atualmente, calcula-se que, por ano, 3.200 novas embarcações entram no mercado brasileiro. Ou seja, o momento é oportuno também aos profissionais do setor, principalmente para os marinheiros. Apesar da situação favorável, o que mais se ouve dizer é a escassez de profissionais que apresentem tal perfil.

Reconhecimento

Hoje, para ter reconhecimento, tanto profissionalmente quanto em termos de remuneração, é preciso ter mais do que experiência na área ou as habilitações de arrais, mestre amador ou capitão. Ter uma boa formação é fundamental.

É essencial também que o marinheiro saiba falar ao rádio, com a linguagem específica e objetiva. Não é raro observar profissionais que não conseguem transmitir uma informação com clareza. A dica é sempre falar devagar e pausadamente, mantendo uns 10 cm de distância para ser mais bem entendido, e, se possível, soletre.

Um bom profissional é aquele que também possui conhecimentos de primeiro socorros. Ninguém está livre de imprevistos e saber realizar alguns procedimentos de emergência e ter sempre um kit de primeiros socorros é sempre um ponto positivo para o currículo.

Na era da tecnologia, é importante que o marinheiro conheça o correto funcionamento do GPS, radar e sonda, e também aliá-los ao uso das já tradicionais bússolas e cartas náuticas. Fique sempre atento aos lançamentos e mantenha-se informado sobre o funcionamento das novas tecnologias que aparecem.

Tenha sempre o cuidado com o asseio e a limpeza da embarcação. Atente-se também em deixar o barco sempre pronto para o uso nos finais de semana e vésperas de temporada. Antes de qualquer saída faça sempre a checagem e revisão no barco.


Outras dicas aos marinheiros:


- Saiba como prevenir contra os incêndios, o principal inimigo dos barcos, e também como agir com segurança na navegação noturna e em mau tempo;

- Tenha bons conhecimentos de nós, seja para atracar, na amarração das defensas ou para reboque;
- Cuidados com os vícios a bordo, como cigarro, bebida alcoólica – nunca beba nenhum “golinho” – e uso excessivo de gírias;

- Um bom marinheiro é aquele que sabe a forma correta de parar uma embarcação, em qualquer que seja a circunstância;

- Esteja sempre disponível, principalmente nos finais de semana e temporadas, e também em escuta permanente, com um telefone celular sempre por perto;

- Hoje, manter um bom relacionamento com o dono da embarcação é essencial. O caráter, a tranquilidade, a confiança e, o principal, ter responsabilidade são características importantes e que um bom marinheiro deve apresentar hoje. Está em suas mãos um importante patrimônio e também a segurança de todos a bordo.

Thassia Ohphata