Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Obras de infraestrutura ajudam o desenvolvimento do mercado náutico no Saco da Ribeira

Blog

Obras de infraestrutura ajudam o desenvolvimento do mercado náutico no Saco da Ribeira

Mercado 20/12/2011
Compartilhar

Com condições geográficas privilegiadas e cercada por uma bela paisagem, a região do Saco da Ribeira, na cidade de Ubatuba, litoral norte de São Paulo, leva esse nome por conta de uma grande área que se abre ao longo da ribeira, como se fosse uma espécie de saco.

A economia local é voltada para as áreas de turismo e lazer, além é claro do mercado náutico, que contribui com cerca de 10.000 empregos diretos e indiretos para a região, conforme contam Fábio Spartano Romano e Armando Romano Filho, sócio e diretor, respectivamente, da Uniboats, empresa que há 10 anos atua no ramo de compra, venda e locação de lanchas novas e usadas no Saco da Ribeira.

Para os dois empresários, a região se destaca pelas águas abrigadas e pela proximidade com os principais pontos turísticos de Ubatuba, entre elas as praias da Enseada e do Lázaro, mas sofria com a falta de infraestrutura, o que impedia o desenvolvimento do turismo e do mercado náutico.

Como forma de solucionar esse problema, em outubro deste ano a Fundação Florestal, órgão vinculado à Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo responsável pela administração do píer do Saco da Ribeira, anunciou obras de infraestrutura para a região. Foram liberados recursos da ordem de R$ 379 mil reais para adequação do píer.

Na primeira fase da reforma será realizada a remoção do solo contaminado por resíduos oleosos, além da análise físico-química e o tratamento deste material. Outras melhorias anunciadas são a construção de caixas separadoras de água e areia, retenção de sólidos para evitar poluição na areia e no mar, construção de local adequado para armazenamento de resíduos contaminados e perigosos e adequações de poços artesianos.

As obras fazem parte do projeto de adequação ambiental da área, iniciadas após uma intimação do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) por conta dos problemas ambientais registrados a partir de uma investigação realizada pela Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental). As adequações foram necessárias por causa do mau uso do espaço público ao longo dos últimos anos.

Para Armando e Fábio, as adequações era o que faltava para a melhora do Saco da Ribeira. “As obras ajudarão a atrair turistas, principalmente do exterior”, destacam. A região, inclusive, já se prepara para receber o 1º Rally Náutico de Ubatuba, que acontecerá nos próximos dias 20 e 21 de janeiro.

Outro item lembrado pelos empresários é a preservação ambiental. Para eles, é importante garantir um crescimento sustentável e organizado, e para isso os estabelecimentos comerciais já estão se planejando. “Todos estão se adequando e cumprindo as exigências dos órgãos ambientais”, destacam os proprietários.

A loja no Saco da Ribeira conta com uma área de 4.500 m² e representa marcas como Beneteau, Segue Yachts, Triton e Colunna. Além de barcos, a Uniboats também comercializa produtos náuticos. Para 2012, os empresários pretendem aproveitar “os bons ventos” das obras no Saco da Ribeira e abrir mais quatro escritórios no litoral norte.


Juliana Barbosa para Bombarco, com informações do site da Fundação Florestal
Foto: Fundação Florestal