Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Pintura com verniz em peças de madeira da embarcação

Blog

Pintura com verniz em peças de madeira da embarcação

Mercado 15/12/2009
Compartilhar

A aplicação de verniz é uma forma de proteger peças do ambiente agressivo do mar e também para realçar a beleza das peças em madeira do barco.

Siga estas dicas e saiba como aplicar o produto com um acabamento impecável:

Ferramentas

Você vai precisar de lixa, jornal, pincel macio, verniz ou esmalte transparente e diluente recomendado, estopa ou trapos, thinner (removedor) para limpeza e remoção do verniz escorrido e recipiente para colocar o produto.

No mercado, há diversos produtos, com preços acessíveis e fáceis de serem encontrados. Uma embalagem de 900 ml de verniz marítimo custa, em média, R$ 20, e o diluente, também no mesmo tamanho, cerca de R$ 25. Existe também o verniz com filtro solar, que protege a superfície da ação nociva do sol.

É importante sempre utilizar o diluente recomendado pelo fabricante do verniz. A qualidade do acabamento também depende da utilização do diluente. Inadequado, o produto pode reagir com o verniz e criar uma “mistura” inútil. Para pintar as peças em madeira de um barco de 23 pés, utiliza-se cerca de um litro de verniz.

Mãos à obra

A peça precisa estar limpa e seca, caso contrário, a tinta não adere perfeitamente à superfície. Lixe bem a peça e retire todos os restos de pintura anterior e partes estragadas. Para esta etapa, também pode ser utilizada uma lixadeira orbital.

Depois de lixada, a peça pode receber a primeira demão, com o produto diluído, em igual parte com o solvente, conforme as recomendações do fabricante. Seis horas depois, se o tempo estiver bem seco e a temperatura adequada, passe a segunda demão. Ao aplicar o verniz, é importante ficar atento com tempo. Evite dias nublados, chuva e sob sol forte, que comprometem o processo de secagem das camadas.

Também não é aconselhável pintar as peças perto do anoitecer, pois o sereno poderá deixar o verniz esbranquiçado e estragar todo o trabalho. Em dias de vento forte, o verniz poderá escorrer para outras partes, e a poeira também pode ser espalhada na superfície.

Deixe sempre a demão secar de um dia para o outro. Passe uma leve lixa manual (150 ou mais) para deixar a superfície levemente áspera. A partir da segunda demão, aplique o produto diluído (em cerca de 10% de diluente) para evitar que o mesmo escorra na superfície.

O pincel sempre deve estar com pouco verniz, e aplicado sempre na mesma direção. Uma camada grossa de verniz é garantia de um serviço mal acabado. Além de ficar rugosa, a pintura demora muito a secar (em alguns casos pode demorar até uma semana).

Para um aspecto acetinado e boa proteção contra os danos do sol, é preciso passar várias demãos de verniz – no mínimo de oito a dez. O tempo de secagem aumenta conforme aplicação das camadas.

Cuidados adicionais

O verniz escorre com muita facilidade. Em caso de peças do barco, o ideal é desmontá-las e proteger os furos de fixação. Com isso, a qualidade final do serviço fica melhor, sem pingos em locais inadequados e de difícil acesso, além de ajudar na sua postura e evita dores nas costas e pernas.

Toda vez que o verniz escorrer, logo limpe com uma estopa. Use sempre pincel com pouco verniz, cuidado com o vento e também com as últimas demãos. A peça deixa de absorver o verniz e o produto escorre mais.

Thassia Ohphata

Fotos Ilustrativas