Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Sucesso do Rio Boat Show 2011 agrada empresários do setor

Blog

Sucesso do Rio Boat Show 2011 agrada empresários do setor

Mercado 11/05/2011
Compartilhar

A 14º edição do Rio Boat Show, palco dos principais lançamentos do setor náutico brasileiro, confirmou o sucesso e superou as expectativas em negócios. Durante sete dias, aproximadamente 52 mil visitantes passaram pelos 47 mil metros quadrados do salão. A edição 2011 do maior salão náutico outdoor da América Latina atraiu 120 expositores e apontou uma geração de negócios em torno de 150 milhões de dólares.

Prova dos bons resultados é a satisfação dos estaleiros participantes. O estaleiro britânico Fairline, representada no Brasil pela UK Iates, dos empresários Leonardo Senna e Ubirajara Guimarães, participou pela primeira vez do salão e ficou muito satisfeito com os resultados. A marca esteve presente com dois iates de luxo, Squadron 55 e Squadron 65, que foram lançados em primeira mão durante o Rio Boat Show.

Ubirajara Guimarães revelou que durante o evento três iates foram comercializados: um iate Squadron 65, que estava em exposição; além de um Targa 44 e um Squadron 42. O sucesso dos negócios, segundo o empresário, deve-se ao número crescente de clientes em resposta ao crescimento econômico, que tem posicionado o mercado náutico num patamar bastante atrativo e nunca visto no Brasil.

Ainda de acordo com Guimarães, mesmo com valores altos – um iate Fairline varia de R$ 1,5 milhão a R$ 13,5 milhões – os juros baixos para financiamento, o leasing e o crédito direto ao consumidor facilitam a venda desse produto de luxo.

A Schaefer Yachts também recolheu bons frutos. A grande aposta do estaleiro foi a Phantom 600 – com valor de aproximadamente R$ 5 milhões. O lançamento da nova embarcação fez tanto sucesso na feira carioca que teve toda a produção deste ano encomendada.

Atualmente, a Schaefer produz por ano cerca de 280 barcos de 26 a 60 pés, nas unidades de Palhoça e Biguaçu (Grande Florianópolis).
O empresário Márcio Schaefer, além de comandar o estaleiro também é quem desenha e cuida do projeto de cada um dos barcos. Para Schaefer o Brasil tem grande potencial no mercado náutico:

“Não perdemos em nada para os europeus. O Brasil tem hoje um mercado forte e a Schaefer tem ajudado a criar um perfil próprio na produção e também na forma de se relacionar com o mar”, conclui Márcio.

O estaleiro Fibrafort atingiu as metas estipuladas e as negociações correram dentro das expectativas. Segundo a analista de Marketing da Fibrafort, Tássia Barreto, as feiras nacionais trazem bons resultados de vendas aos construtores de grandes embarcações:

“Eventos como Rio Boat Show e São Paulo Boat Show, estão cada vez mais voltados para grandes embarcações. Notamos que os eventos regionais têm sido mais eficazes para vendas de barcos entre 16 e 25 pés. Isto é um movimento natural, visto que o mercado brasileiro está cada vez mais aberto para produtos de alto valor e de luxo. O que, de certa forma, atrai marcas nacionais e internacionais, criando um mercado competitivo e cheio de novidades”, explica Barreto.

Representante de dois dos maiores estaleiros do mundo; o italiano Azimut-Benetti e o americano Sea Ray, pertencente ao grupo Brunswick, a YachtBrasil, que teve dois estandes no evento, também vibrou o sucesso de vendas. Segundo a assessoria de imprensa da revenda, os negócios superaram os das edições anteriores e as boas vendas consolidaram ainda mais o relacionamento das marcas com os clientes.

A satisfação dos estaleiros e os números de negociações do Rio Boat Show, segundo o organizador do evento, Ernani Paciornik, é a prova de como Rio de Janeiro tem se tornado um mercado promissor para o setor náutico.

 

Confira fotos do evento:

 

Bruna Sales para Bombarco
Foto: Bombarco