Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Vuong 1, a Riva Aquarama brasileira

Blog

Vuong 1, a Riva Aquarama brasileira

Mercado 11/02/2014
Compartilhar

Lançada em 1962, a lancha Aquarama foi símbolo da excelência do estaleiro italiano Riva Yachts durante os mais de 30 anos em que foi produzida – o último casco, número 784, foi construído em 1996. E, objeto de desejo de muitos navegadores aqui nas terras tupiniquins, a lancha ganhou uma versão brasileira (ou quase) em 2010.

A empresa Píer 22, de São Paulo, comprou o projeto original da Super Aquarama, uma das versões da Riva Aquarama, e construiu e lançou, em 2010, a lancha Vuong 1. A réplica do barco italiano recebeu esse nome em homenagem ao Mr. Vuong, indonésio construtor de barcos de madeira que é parceiro da Píer 22 na produção da lancha.

Os cascos são esculpidos na Indonésia e vêm para o Brasil, onde são montados para ficar o mais parecidos possível com a Super Aquarama - a diferença está no motor. Enquanto a Super Aquarama era equipada com motores Chrysler V8, a Vuong 1 tem dois Mercury 5.7 V8 de 320 HP, motorização que permite que a lancha alcance a velocidade 45 nós.

Até hoje, duas unidades da lancha de madeira foram vendidas. O preço da réplica da Aquarama com metais, painel, estofados e direção originais é de R$ 700 mil. Mas se o cliente quiser apenas o casco retrô da Riva, o valor fica mais baixo.

Mais sobre a Riva Aquarama

A primeira Riva Aquarama foi lançada em 1962 e apresentada ao público durante o salão náutico de Milão. Seu protótipo, o Lipicar 1, era uma evolução e ficaria no lugar da lancha Tritone Open, da Riva.

O primeiro modelo tinha 8,02 metros de comprimento de 2,62 de largura. A cabine tinha duas camas e acomodava até oito pessoas. A propulsão era garantida por dois motores Chris Craft de 185 HP, que permitiam que o barco alcançasse 39,4 nós de velocidade. O preço era de 10 milhões e 800 mil liras (moeda italiana até a adoção do Euro).

No fim de 1963, de acordo com Riva Historical Society, a lancha ganhou a versão Super Aquarama, que apresentava consideráveis melhorias em relação ao modelo inicial e era um pouco maior, com 8,25 metros de comprimento.

E 1971, os modelos Aquarama e Super Aquarama foram descontinuados, dando lugar a Aquarama Lungo, que realmente era mais longa que os modelos anteriores, com 8,5 metros de comprimento e 2,6 metros de boca. Tanto a Aquarama quanto a Super passaram por várias mudanças durantes os anos e suas últimas unidades mediam 8,30 x 2,60 e 8,50 x 2,60, respectivamente.

Hoje, a Riva fabrica barcos em fibra de vidro, como a Iseo, que mede 8,24 x 2,5, tem capacidade para seis pessoas, e motorização de 260 a 398 HP (Mercury ou Yanmar). No Brasil, a marca é representada pelo Ferrettigroup Brasil, já que a Riva faz parte do Ferretti Group.

Leia mais:
- Dutch Riva restaura Lancha Riva Aquarama de Ferruccio Lamborghini

- Miami Boat Show: Chris Craft lança nova Launch 36


Marília Passos para Bombarco
Fotos: Divulgação/Píer 22