Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Aguz 29 HT – Arriscando na compra do primeiro barco

Blog

Aguz 29 HT – Arriscando na compra do primeiro barco

Meu Barco 18/02/2014
Compartilhar

Escutar os conselhos dos amigos mais experientes é uma excelente tática para acertar na compra da primeira lancha. Mas, melhor ainda é saber o que se espera do barco e seguir a intuição quando se acredita ter encontrado o modelo certo para você. E foi exatamente isso o que Rafael Bonamigo, 42 anos, fez quando comprou sua Aguz 29 HT, a MarBona, ainda no projeto.  “Não tive medo e, graças a Deus, acertei,” comemora.

Gaúcho fora da regra

Bonamigo foi contaminado pelo desejo ter sua própria lancha durante o Carnaval de 2013, quando alugou uma lancha para passear em Bombinhas, Santa Catarina, onde curtiu a folia. Gostou tanto que começou a procurar e pesquisar qual lancha atenderia suas necessidades, que eram basicamente duas:

1) O barco deveria ter um hard top, pois a experiência em Bombinhas só não foi perfeita por causa do vento intenso e de toda a água que respigou dentro no barco e nos passageiros;

2) E deveria ser apto para a prática de wake surf, praticado por Rafael e a esposa nas águas do Rio Guaíba, em Porto Alegre.

Bonamigo viu o projeto da Aguz 29 HT, nova lancha do estaleiro Aguz Marine, e gostou. Fechou a compra em julho de 2013 e começou a navegar em novembro.

O lancheiro brinca que é um gaúcho que foge a regra, contando que o povo Rio Grande do Sul é tradicional e começaria comprando uma lancha de um estaleiro renomado e num tamanho menor, entre 23 e 25 pés.

Felizmente, não seguir conselhos e padrões deu certo para o administrador de empresas, que garante que teve suas expectativas superadas ao ver o barco pronto e, mais uma vez, com o barco na água. “O requinte, o acabamento... Muito acima da média! Em qualquer outra lancha, não consigo ver uma acabamento tão parecido,” garante o proprietário.

Detalhes

Apesar do hard top, a lancha tem boa iluminação e ventilação no cockpit, graças a dois tetos solares que se abrem e mudam a configuração do cockpit.

E, falando nas opções que a Aguz 29 HT oferece, Rafael deixa uma dica para quem não vai usar a lancha para pernoitar: pense bem antes de escolher o layout da cabine. Ele escolheu o modelo com cama de casal a meia-nau e sofá que pode ser transformado em mais uma cama na proa, mas revela não ficar muito no deck inferior do barco. “Eu escolheria a opção lounge, porque, talvez, usaria muito mais daquela parte,” analisa.

Outra mudança que o lancheiro faria é na motorização: Bonamigo escolheu um motor MerCruiser de 320 HP a gasolina, mas acredita que dois motores e uma maior potência o serviriam melhor na prática do wake surf.

Além do wake, Rafael, com a esposa, familiares e amigos, leva a bordo da MarBona a prancha de Stand Up Paddle e um jet ski dea-Doo GTI 155 para acompanhar os passeios pelo Guaíba.

Ficha técnica
Aguz 29 HT
Comprimento: 8,87 m
Boca: 2,50 m
Calado: 0,50 m
Deslocamento (pesado): 2.950 kg
Tanque de combustível: 390 l
Tanque de água doce: 150 l
Capacidade (dia/noite): 4/10 pessoas
Motorização: 1 x 300 HP a 430 HP ou 2 x 150 HP a  220 HP
Preço: A partir de R$ 306 mil com motor Mercury 300 HP gasolina*

Leia também
- 10 dicas para comprar sua 1ª lancha

- Lancelot- O primeiro cavaleiro e a primeira Singular 280

- Phantom 300 – O upgrade seguido pelo proprietário

- Lancha Triton 295 conquista Dona Onça com acabamento detalhado

- Bayliner 310 - A escolhida dos amigos Claudio e Moisés

- Maxima 280 a gosto do cliente



*Preço consultado em janeiro de 2014

Marília Passos para Bombarco
Fotos: Arquivo pessoal