Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

400kg de lixo são retirados da Baía de Guanabara por alunos do Projeto Grael

10/06/2010
Compartilhar

Quase 400 kg de lixo foram retirados da Baía de Guanabara,nesta terça-feira (9), durante a I Gincana Ecológica, em homenagem à Semana do Meio Ambiente.Cerca de cem alunos do Projeto Grael, de Niterói (RJ), fizeram o trabalho.

Os alunos foram divididos em dois turnos (manhã e tarde), cada um com 30 minutos para a prova  e a atividade teve o apoio da Companhia de Limpeza de Niterói (Clin).

Munidos de luvas, crianças e jovens utilizaram os mesmos barcos em que aprendem a velejar como transporte para a realização da ação de limpeza. Sacolas plásticas, garrafas pet e potes de margarina, foram os materiais mais encontrados no percurso feito na Praia do Morcego, a poucos metros do Projeto Grael.

Também foram recolhidos pneus, calota, caixa de descarga, mochila, sapato, tamanco, lanterna, bonecas e até um pote de óleo lubrificante aberto e ainda com produto.

O objetivo da atividade foi sensibilizar os alunos do Projeto Grael e o público em geral sobre a problemática dos resíduos sólidos, além de estimular o trabalho em grupo e a cooperação dentro da instituição.

 

O Projeto Grael (www.projetograel.org.br) foi criado há doze anos por uma iniciativa dos irmãos e velejadores Torben e Lars Grael e também de Marcelo Ferreira. Atualmente, o irmão mais velho, Axel Grael, ex-presidente da Feema e também velejador, é o presidente do Instituto. Desde a fundação, o Projeto Grael vem desenvolvendo uma metodologia própria de esporte e educação, que serviu como base para outros programas semelhantes, como o Navega São Paulo, do Governo do Estado de São Paulo, e o Projeto Navegar, iniciativa federal desenvolvida em diversas cidades brasileiras. Além disso, as cidades de Vitória (ES) e Maricá (RJ) já acolheram núcleos do Projeto Grael. Em março deste ano, o Projeto abriu sua primeira unidade descentralizada no município de Três Marias (MG).

A iniciativa já conquistou reconhecimento internacional com prêmios e chancelas recebidas de instituições, como a Federação Internacional de Vela (Isaf), a Unesco, dentre outras. Mais de oito mil jovens que passaram pelo Projeto Grael desenvolveram, além da prática da vela e de conhecimento profissionalizante para o mercado náutico, o conceito de cidadania.

 

Redação Bombarco

Fonte: Velassessoria

Foto: Fred Hoffmann