Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Atletas da 37 ª Rolex Ilhabela Sailing Week se despediram do maior evento de vela da América Latina, no último sábado, 24.

26/07/2010
Compartilhar

A 37ª Rolex Ilhabela Sailing Week terminou neste sábado, no Yacht Club de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, e premiou os atletas vencedores durante animada noite de premiação com direito a música ao vivo e barco de bebidas.

A solenidade reuniu muitos convidados e premiou os primeiro, segundo e terceiro lugares das nove classes participantes do evento. Cada pronunciamento de vitória era uma festa a parte. Marcelo Gusmão, comandante do Moleque, campeão na Classe BRA-RGS B, surpreendeu-se com a vitória. “Não esperávamos. Foi muito bacana. Fomos campeões em outras classes em 2006 e 2008, mas está foi realmente uma surpresa. Estamos muito contentes”.

Quem também vibrou a vitória foi Osvaldo Ceccon, comandante do veleiro argentino Cinco Los Niños, campeão na Classe BRA-RGS A:
“Foi uma vitória gratificante. É a primeira vez que garantimos o primeiro lugar”, explica Ceccon.

Santa Catarina garantiu mais vitórias

Os catarinenses fizeram a festa e dominaram a premiação na noite de sábado, no Yach Club de Ilhabela. As tripulações do Sul do País garantiram várias colocações e levaram um bom número de troféus para casa. Na Classe ORC Club 700 os três primeiros lugares ficaram com Santa Catarina. Os veleiros Best Fellow, do comandante Leonardo de Boni, Katana/Energia, de Fábio Filippon e Kiron III, de Leonardo Guillermo foram os grandes campeões com o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.

A 37ª edição da Rolex Ilhabela Sailing Week reuniu 158 veleiros de nove classes e é o grande evento de vela na América do Sul. As provas foram de muita competitividade e adrenalina nos seis dias de regatas, iniciadas com a tradicional Eldorado Alcatrazes por Boreste - Marinha do Brasil, no dia 17 de julho.

A 38ª edição da Rolex Ilhabela Sailing Week está marcada para ser realizada de 3 a 9 de julho de 2011, no Yacht Club de Ilhabela.

Resultados da competição

S40
1- Pajero (Eduardo Souza Ramos) - 17 pp (1+2+1+1+4+5+4+4)
2- Mitsubishi (Torben Grael) - 20 (5+5+3+3+1+3+2+3)
3- Negra (Uru - Nicolas Gonzalez) - 22 (3+1+5+5+7+2+5+1)
4- Celfin Capital (Chi - Jorge Errázuriz Grez) - 24 (4+6+4+7+3+1+1+5)
5- Cusi 5 (Arg - Jose Estevez) - 26 (2+4+6+4+2+6+7+2)

ORC Internacional 500
1- Gol/Touché Super (Ernesto Breda) - 12 (2+1+2+1+2+1+3+10)
2- Itaú (Chi - Cristobal Lira) - 15 (6+3+3+3+1+3+1+1)
3- Loyal/Carmim (Marcelo Massa) - 19 (5+5+1+2+3+2+4+2)
4- Neptunus Express (André Mirsky) - 27 (1+2+6+4+4+5+6+5)
5- Oi/Sorsa (Edu Penido) - 29 (3+4+4+6+8+4+5+3)

ORC Internacional 600
1- Ventaneiro (Renato Cunha) - 16 (1+2+2+11+4+1+2)
2- San Chico 2 (Francisco Freitas) - 16 (2+4+7+1+2+2+4+1)
3- Zeus-Effect (Inácio Vandressen) - 16 (3+1+3+2+1+3+3+4)
4- Absoluto (Renato Gama) - 24 (4+3+5+3+3+1+8+5)
5- Sexta-feira (Rogéria Dotti) - 36 (9+6+4+4+8+6+5+3)

ORC Club 600
1- Matrero (Arg - Toribio de Achaval) - 12 (1+4+1+1+2+3+3+1)
2- Miragem (Paulo Roberto Freire) - 12 (6+2+2+2+1+1+2+2)
3- Vizcaya (Guilherme Bungner) - 16 (3+1+3+4+3+2+1+3)
4- Angela Star (Peter Siemsen) - 27 (4+3+10+3+6+5+6+4)
5- Viva (Pedro Paulo Couto) - 36 (2+6+10+5+4+4+5+10)

ORC Club 670
1- Best Fellow-GND Construtora (Leonardo de Boni) - 11 (3+1+2+4+2+1+1+1)
2- Katana/Energia (Fábio Filippon) - 11 (1+2+1+1+3+2+2+2)
3- Kiron III (Leonardo Guillermo Cal) - 19 (2+12+3+2+1+5+3+3)
4- Realizado (José Luis Apud) - 34 (4+5+4+8+5+7+5+4)
5- Samurai Ni (Marins Alves de Camargo Neto) - 36 (6+3+5+3+4+3+12+12)

ORC Club 700
1- Ângela VI (Renato Plass) - 9 (1+1+5+2+2+2+1)
2- Diferencial/Semp Toshiba (Fernanda Oliveira) - 11 (3+3+4+1+1+1+2)
3- Rajada (Márcio Finamore) - 17 (2+6+1+4+4+3+3)
4- Saruê (Diego Zaragoza) - 19 (2+6+1+4+3+5+4)
5- Tensacom (Ricardo Ramirez) - 29 (4+4+7+5+6+4+6)

HPE25
1- Artemis (Felipe Whitaker) - 16 (2+1+2+4+4+2+1+10)
2- Max (Anderson Biason) - 21 (4+21+3+3+3+1+3+4)
3- Bixiga (Rafael Valdívia) - 25 (1+6+5+2+7+4+4+3)
4- Caninana (Thiago Reis) - 29 (6+2+1+5+1+7+9+8)
5- Stella Artois (Fábio Bocciarelli) - 36 (3+5+18+7+8+6+2+5)

BRA-RGS A
1- Cinco los Niños (Osvaldo Ceccon) - 10 (3+1+1+1+2+1+1+13)
2- Jazz (Valéria Ravani) - 17 (2+4+4+2+1+5+2+2)
3- Jyllic II (Martim Bonato) - 21 (4+3+3+4+4+2+6+1)
4- Fram (Felipe Aidar) - 24 (5+2+2+6+5+4+3+3)
5- Kybyxu (Carlos Oliveira Freitas) - 32 (13+6+6+5+3+3+4+5)

BRA-RGS B
1- Moleque (Marcelo Gusmão) - 8 (3+1+4+1+1+1+1)
2- Blue Too/Lalampe (Pedro Rodrigues) - 20 (2+6+3+2+3+11+4)
3- Albatroz (Marinha do Brasil) - 22 (7+3+1+6+2+7+3)
4- Phantom of the Opera (Renato Avelar) - 33 (1+8+6+5+11+6+7)
5- Optimystic (Fernando Brecheret) - 36 (9+11+5+4+4+9+5)

BRA-RGS C
1- Zephyrus (Tarcísio Mattos) - 7 (1+2+1+1+2+1+1)
2- Xiliqui (Renato Michel Bosso) - 14 (3+3+3+2+1+2+3)
3- Nemo (Mauro Ribeiro) - 22 (5+6+2+3+4+7+2)
4- Santeria (Rodrigo Martins) - 24 (6+1+4+5+5+4+5)
5- Ariel (Luis Pimenta) - 29 (2+7+6+7+7+3+4)

BRA-RGS Cruiser
1- Coccon (Luiz Marcelo Caggiano) - 9 (4+2+2+1+2+1+1)
2- Apoena (Marcos de Oliveira Cesar) - 10 (1+1+1+2+5+3+2)
3- Geronimo (Mauro Diomelli) - 17 (3+3+3+3+3+2+6)
4- Navegador (Pedro Luiz Lanzoni) - 25 (14+4+5+6+1+6+3)
5- Chrispin (José Carlos de Souza) - 25 (7+5+4+4+4+4+4)

Redação Bombarco
Vídeo: Ronald Izoldi