Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Campeonato Brasileiro de Match Race chega ao fim em Brasília

20/12/2010
Compartilhar

A tranquilidade do Lago Paranoá, em Brasília, deu espaço para as acirradas disputas do Campeonato Brasileiro de Match Race. Desde quinta-feira, 16, os barcos à vela estão na água brigando pelo título. No total, oito equipes participaram da competição e neste domingo, 19, na final, quem levou a melhor foi a equipe Giga. A vitória foi o primeiro passo para o grupo representar o país nas competições internacionais de 2011.

A decisão entre as equipes Giga e Itapuca, ambas da Marinha do Brasil, pegou fogo e ganhou ainda mais suspense devido à falta de vento. A tripulação do Itapuca saiu na frente e triunfou nas duas primeiras regatas. No entanto, a postura defensiva para não ser penalizada no terceiro match fez com que ela desperdiçasse a chance de encerrar logo o campeonato. Giga venceu a terceira e a quarta regatas e adiou a decisão para a última do dia. Para aumentar a apreensão, a prova ficou suspensa por uma hora por causa da falta de vento – durante toda a competição a intensidade do vento esteve média (abaixo do ideal, mas suficiente para a realização do evento).

Quando os barcos voltaram para a água não teve jeito. O estilo mais agressivo da equipe Giga foi notório e eles conquistaram a vitória. Os líderes das equipes reconheceram o nível de dificuldade do campeonato.

Olimpíadas de 2012

Os pontos conquistados no Campeonato Brasileiro serão somados com os resultados da Semana Pré-olímpica de Vela, que será realizada em Florianópolis em fevereiro do ano que vem. A equipe com melhor colocação representará o Brasil nas competições internacionais de 2011. Os bons resultados desse grupo são fundamentais para que o Brasil conquiste uma vaga nas Olimpíadas de 2012.

Classificação final

1º Giga
2º Itapuca
3º Echenique
4º Lobato

Redação: Bombarco
Fonte: Superesportes - http://www.superesportes.com.br/app/19,66/2010/12/20/noticia_maisesportes,11534/campeonato-brasileiro-de-match-race-termina-com-virada-na-ultima-regata.shtml