Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Catarinenses fazem parte da maior flotinha da 37ª Rolex Ilhabela Sailing Week

23/07/2010
Compartilhar

O estado de Santa Catarina está representado por 13 embarcações na 37ª Rolex Ilhabela Sailing Week e lutando pelo título de várias classes. O Katana/Energia (Skipper 30 pés) lidera a classe ORC Club 670, Zeus (Beneteau 40.7) é o primeiro na ORC Internacional 600, Cinco Los Niños (Delta 36) está na frente na RGS-A, Moleque/Anasol (Fast 360) encabeça a lista na RGS-B e o Zephyrus/Tempo (Velamar 29) é o primeiro na classe RGS-C.

Além dos barcos que lideram as classes, Santa Catarina ainda conta com a presença dos veleiros Feitiço (Fast 39), Absoluto (Beneteau 40.7), Sexta-Feira (Beneteau 40.7), Kiron III (Skipper 30), Best Fellow/ GND Construtora (Skipper 30), Samurai Ni (Skipper 30), Nemo (Delta 26) e Maresia III (ILS Boats 40).

Ao todo, são 106 velejadores, sem contar os outros tripulantes catarinenses que estão em barcos de outros estados. É a maior flotilha depois de São Paulo e Rio de Janeiro, o Iate Clube de Santa Catarina é o que tem maior número de representantes entre os clubes de fora de São Paulo.

Ação Social

Os catarinenses marcam presença em Ilhabela não só pelo número e qualidade técnica, mas também por ações sociais relevantes e inovadoras na vela. Marcelo Gusmão, comandante do Moleque/Anasol, um Fast 360, leva solidariedade por onde compete. Ao longo de 2010, Gusmão vai distribuir cerca de 4.000 kits escolares para crianças carentes como parte do Projeto Noronha 2010.

Em Ilhabela, Gusmão doou cerca de 300 kits para os participantes do Projeto Navega São Paulo que disputaram a Semana de Vela de Monotipos, encerrada no sábado, e vai doar outros 300 kits até sábado para outros grupos necessitados.

Gol/Touché Super perto do título da ORCi 500

O Gol/Touché Super, do comandante Ernesto Breda, venceu a única regata desta quinta-feira da ORC Internacional 500 da 37ª Rolex Ilhabela Sailing Week e ampliou a vantagem na liderança geral da classe, com apenas 7 pontos perdidos.

Torben faz 50 anos e Lars vence regata

Na Classe S40, a mais moderna da competição, o barco chileno Celfin Capital venceu a regata desta quinta. O comandante Jorge Errázuriz creditou o mérito da vitória ao trabalho tático de Lars Grael.

O barco chileno não esperava a vitória por disputar o seu primeiro campeonato e reunir a tripulação pela primeira vez. Na mesma situação, está o tático Torben Grael, no Mitsubishi/Gol. Apesar de estar se adaptando ao S40, o veleiro ocupa a segunda colocação, com 15 pontos perdidos, contra 9 do líder Pajero, de Eduardo Souza Ramos. Torben comemorou nesta quinta 50 anos.

Resultados desta quinta-feira

S40 - sexta regata
1- Celfin Capital (Chi - Jorge Errázuriz Grez)
2- Negra (Uru - Juan Ball)
3- Mitsubishi (Torben Grael)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Pajero (Eduardo Souza Ramos) - 9 pp (1+2+1+1+4+5)
2- Mitsubishi (Torben Grael) - 15 (5+5+3+3+1+3)
3- Negra (Uru - Juan Ball) - 16 (3+1+5+5+7+2)
4- Celfin Capital (Chi - Jorge Errázuriz Grez) - 18 (4+6+4+7+3+1)
5- Mercenario 5 (Arg- Luis Eduardo Silva) - 18 (7+3+2+2+8+4)

ORC Internacional 500 - sexta regata
1- Gol/Touché Super (Ernesto Breda)
2- Loyal/Carmim (Marcelo Massa)
3- Itaú (Chi - Cristobal Lira)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Gol/Touché Super (Ernesto Breda) - 7 (2+1+2+1+2+1)
2- Loyal/Carmim (Marcelo Massa) - 13 (5+5+1+2+3+2)
3- Itaú (Chi - Cristobal Lira) - 13 (6+3+3+3+1+3)
4- Neptunus Express (André Mirsky) - 16 (1+2+6+4+4+5)
5- Oi/Sorsa (Edu Penido) - 21 (3+4+4+6+8+4)

ORC Internacional 600 - sexta regata
1- Absoluto (Renato Gama)
2- San Chico 2 (Francisco Freitas)
3- Zeus (Inácio Vandressen)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Zeus (Inácio Vandressen) - 10 (3+1+4+2+1+3)
2- San Chico 2 (Francisco Freitas) - 11 (2+4+7+1+2+2)
3- Ventaneiro (Renato Cunha) - 13 (1+2+2+11+4)
4- Absoluto (Renato Gama) - 14 (4+3+5+3+3+1)
5- JCabot Mad Max (Arg- Julian Somodi) - 25 (5+5+1+8+7+7)

ORC Club 600
Quinta regata
1- Miragem (Paulo Roberto Freire)
2- Matrero (Toribio de Achaval)
3- Vizcaya (Guilherme Bungner)

Sexta regata
1- Miragem (Paulo Roberto Freire)
2- Vizcaya (Guilherme Bungner)
3- Matrero (Toribio de Achaval)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Matrero (Arg - Toribio de Achaval) - 8 (1+4+1+1+2+3)
2- Miragem (Paulo Roberto Freire) - 8 (6+2+2+2+1+1)
3- Vizcaya (Guilherme Bungner) - 12 (3+1+3+4+3+2)
4- Viva (Pedro Paulo Couto) - 21 (2+6+10+5+4+4)
5- Angela Star (Peter Siemsen) - 21 (4+3+10+3+6+5)

ORC Club 670- quinta regata
1- Kiron III (Leonardo Guillermo Cal)
2- Best Fellow-GND Construtora (Leonardo de Boni)
3- Katana/Energia (Fábio Filippon)

Sexta regata
1- Best Fellow-GND Construtora (Leonardo de Boni)
2- Katana/Energia (Fábio Filippon)
3- Samurai Ni (Marins Alves de Camargo Neto)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Katana/Energia (Fábio Filippon) - 7 (1+2+1+1+3+2)
2- Best Fellow-GND Construtora (Leonardo de Boni) - 9 (3+1+2+4+2+1)
3- Kiron III (Leonardo Guillermo Cal) - 13 (2+12+3+2+1+5)
4- Samurai Ni (Marins Alves de Camargo Neto) - 18 (6+3+5+3+4+3)
5- Realizado (José Luis Apud) - 25 (4+5+4+8+5+7)

ORC Club 700 - quinta regata
1- Diferencial/Semp Toshiba (Fernanda Oliveira)
2- Ângela VI (Renato Plass)
3- Saruê (Diego Zaragoza)

Acumulado - após cinco regatas, com 1 descarte
1- Ângela VI (Renato Plass) - 6 (1+1+5+2+2)
2- Diferencial/Semp Toshiba (Fernanda Oliveira) - 8 (3+3+4+1+1)
3- Saruê (Diego Zaragoza) - 10 (2+6+1+4+3)

HPE
Quinta regata
1- Caninana (Thiago Reis)
2- Bond Girl (Ricardo Barbosa)
3- Max (Anderson Biason)

Sexta regata
1- Max (Anderson Biason)
2- Artemis (Felipe Whitaker) -
3- Argos/Techsport (Manfred Kaufmann Jr.)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Artemis (Felipe Whitaker) - 11 (2+1+2+4+4+2)
2- Max (Anderson Biason) - 14 (4+21+3+3+3+1)
3- Caninana (Thiago Reis) - 15 (6+2+1+5+1+7)
3- Bixiga (Rafael Valdívia) - 18 (1+6+5+2+7+4)
5- Canal D/Takeashauer - 29 (21+3+9+6+6+5)

BRA-RGS A< />
Quinta regata
1- Jazz (Valéria Ravani)
2- Cinco los Niños (Osvaldo Ceccon)
3- Kybyxu (Carlos de Oliveira Freitas)

Sexta regata
1- Cinco los Niños (Osvaldo Ceccon)
2- Jyllic II (Martin Bonato)
3- Kybyxu (Carlos de Oliveira Freitas)

Acumulado - após seis regatas, com 1 descarte
1- Cinco los Niños (Osvaldo Ceccon) - 6 (3+1+1+1+2+1)
2- Jazz (Valéria Ravani) - 13 (2+4+4+2+1+5)
3- Jyllic II (Martim Bonato) - 16 (4+3+3+4+4+2)
4- Fram (Felipe Aidar) - 18 (5+2+2+6+5+4)
5- Inaê/Transbrasa (Bayard Umbuzeiro Filho) - 22 (1+7+5+3+6+7)

BRA-RGS B - quinta regata
1- Moleque (Marcelo Gusmão)
2- Albatroz (Marinha do Brasil)
3- Blue Too/Lalampe (Pedro Rodrigues)

Acumulado - após cinco regatas, com 1 descarte
1- Moleque (Marcelo Gusmão) - 6 (3+1+4+1+1)
2- Blue Too/Lalampe (Pedro Rodrigues) - 10 (2+6+3+2+3)
3- Albatroz (Marinha do Brasil) - 12 (7+3+1+6+2)

BRA-RGS C - quinta regata
1- Xiliqui (Renato Michel Bosso)
2- Zephyrus/Tempo (Tarcísio Mattos)
3- Icthus (Enio Silvano Ferreira Jr.)

Acumulado - após cinco regatas
1- Zephyrus/Tempo (Tarcísio Mattos) - 5 (1+2+1+1+2)
2- Xiliqui (Renato Michel Bosso) - 9 (3+3+3+2+1)
3- Nemo (Mauro Ribeiro) - 14 (5+6+2+3+4)

BRA-RGS Cruiser - quinta regata
1- Navegador (Pedro Luiz Lanzoni)
2- Coccon (Luiz Marcelo Caggiano)
3- Geronimo (Mauro Diomelli)

Acumulado - após cinco regatas
1- Apoena (Marcos de Oliveira Cesar) - 5 (1+1+1+2+5)
2- Coccon (Luiz Marcelo Caggiano) - 7 (4+2+2+1+2)
3- Geronimo (Mauro Diomelli) - 12 (3+3+3+3+3)

Beneteau 40.7 - sexta regata
1- Absoluto (Renato Monteiro)
2- Ventaneiro (Renato Cunha)
1- Zeus-Effect (Inácio Vandresen)

Acumulado - após seis regatas, com um descarte
1- Ventaneiro (Renato Cunha) - 8 (1+1+1+6+3+2)
2- Zeus-Effect (Inácio Vandresen) - 8 (2+2+2+1+1+3)
3- Absoluto (Renato Monteiro) - 12 (3+3+4+3+2+1)

Skipper 21 - quinta regata
1- Saruê (Diego Zaragoza)
2- Rajada (Márcio Finamore)
3- Alegria (Carlos Alberto Ramalho)

Acumulado - após cinco regatas, com 1 descarte
1- Saruê (Diego Zaragoza) - 4 (3+1+1+1+1)
2- Rajada (Márcio Finamore) - 7 (1+2+2+2+2)
3- Alegria (Carlos Alberto Ramalho) - 12 (2+3+4+4+3)

Skipper 30 - quinta
1- Best Fellow-GND Construtora (Leonardo Deboni)
2- Katana/Energia (Fábio Filippon)
3- Samurai Ni (Marins Alves de Camargo)

Acumulado - após cinco regatas, com 1 descarte
1- Katana/Energia (Fábio Filippon) - 7 (1+2+1+1+2)
2- Best Fellow-GND Construtora (Leonardo Deboni) - 9 (3+1+2+4+1)
3- Kiron III ((Leonardo Guillermo Cal) - 12 (4+3+4+3+4)

Redação: Bombarco
Fonte: ZDL
Foto:Rolex / Carlo Borlenghi
Vídeo: Ronald Izoldi