Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Costa Rica cria segunda maior área marinha protegida no Pacífico

15/03/2011
Compartilhar

A Costa Rica deu um passo firme rumo à conservação do que setores ecologistas consideram um "oásis" no Pacífico americano, ao criar a segunda maior área marinha protegida da região depois das Ilhas Galápagos.

Trata-se da chamada "Área Marina de Manejo de Monte Submarino", rica em biodiversidade e em zonas de alimentação, descanso e trânsito de centenas de espécies que se deslocam através dela.

A área protegida ajudará a saúde do corredor marinho do Pacífico Leste Tropical e da Ilha do Coco, lugar que considerado como um "oásis" no qual habitam espécies como atuns, tubarões, tartarugas e baleias.

A nova zona protegida terá pesca regulada e está proibida a atividade dos grandes atuneiros.

São 9,6 mil quilômetros quadrados sob proteção, que englobam as montanhas submarinas Las Gemelas, localizas a dois mil metros de profundidade até 300 metros acima da água.

A área protegida envolve também a Ilha do Coco, considerada uma das zonas mais ricas em biodiversidade marinha do planeta e declarada em 1997 como Patrimônio Natural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O grande desafio agora é conseguir que a Área Marinha de Manejo de Monte Submarino cumpra sua função de vigilância. Para isso serão necessários dois milhões de dólares, que servirão para compra de um sistema de radares similares aos de aeroportos, a fim de controlar o movimento de embarcações na zona.

No início da década de 1990, na Costa Rica eram pescados cerca de 30 mil toneladas anuais de diversas espécies, atualmente o número não chega a 14 mil.

Redação: Bombarco
Fonte: MSN Verde - http://verde.br.msn.com/artigo.aspx?cp-documentid=27987114