Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Indústria do petróleo versus vida marinha é tema de relatório do Greenpeace

10/12/2010
Compartilhar

O Greenpeace Brasil lançou recentemente um relatório sobre biodiversidade marinha e exploração de petróleo offshore (no oceano). Por meio de representação em mapas o relatório mostra o conflito que ocorre no litoral brasileiro entre a preservação ambiental e o desenvolvimento econômico.

A zona costeira do Brasil tem 8,6 quilômetros que abriga diversos ecossistemas habitados por inúmeras espécies da flora e da fauna, muitas ameaçadas de extinção.

Apesar da importância ecológica do litoral brasileiro, atividades econômicas e petrolíferas impactam seriamente a zona costeira. Em 2007, um estudo realizado pelo Ministério do Meio Ambiente mostrou que 44% da extensão total da zona marinha brasileira é área prioritária para conservação da biodiversidade. Apenas 2 % dessa área foram transformadas em unidades de conservação federais. No entanto a área de exploração e produção de gás e óleo chega a 8%, até agora – número que deveria se transformar em Áreas de Proteção.

Com o pré-sal o número da área de exploração só aumentará no litoral brasileiro, e o que se tornaria área de proteção, servirá como mais uma ameaça para a biodiversidade.

Redação: Bombarco
Fonte: Greenpeace – www.greenpeace.org
Foto: Bombarco