Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Inglês é campeão do Wind Brasil Ilhabela 2009

17/11/2009
Compartilhar

O inglês Ross Williams foi o vencedor do Wind Brasil Ilhabela 2009 – Mundial de Formula Windsurf, realizado até o dia 25, na BL3 Escola de Iatismo, na praia da Armação, em Ilhabela (SP). Participaram velejadores da Itália, Inglaterra, Dinamarca, Argentina, França e Brasil. O catarinense Wilhelm Schurmann foi o vice-campeão e o dinamarquês Jesper Verterstrom completou o pódio.

Ross Williams mostrou-se superior aos adversários durante toda a competição. O atleta venceu seis das 12 regatas realizadas e terminou com 14 pontos perdidos, dez a mais do que Schurmann e 13 à frente de Verterstrom. “Procurei largar bem em todas as provas e tive a sorte de o vento ter soprado forte durante a maioria dos dias, o que me favoreceu”, analisou o windsurfista de 29 anos, que mora e treina em Isle of Wight, na Inglaterra.

Com a vitória no litoral paulista, Ross Williams faturou um prêmio de 6 mil dólares (R$ 10.320). A premiação total, distribuída para os 16 primeiros colocados, foi de US$ 30 mil (cerca de R$ 51.600). “Estou muito feliz porque este é o meu último campeonato na temporada. Chegou a hora de descansar, ficar com a família. Ainda mais porque vendi todo o meu equipamento aqui no Brasil”, explicou o inglês, que pratica windsurf desde os 5 anos de idade.

O Wind Brasil Ilhabela – Mundial de Formula Windsurf 2009 – reuniu os melhores windsurfistas do planeta em 12 dias de evento, válida pelo ranking mundial. Esta foi a primeira vez que Ilhabela recebeu uma etapa do Mundial de Formula. Outras 12 edições do Wind Brasil foram promovidas pela Arrow Marketing no Ceará, que sediará, em Fortaleza, entre 25 e 29 de novembro, a segunda etapa sul-americana do circuito válido para a definição dos rankings da International Sailing Federation (ISAF), da International Windsurfing Association (IWA) e da International Formula Windsurfing Class (IFWC).


Reação brasileira
O domingo (25) foi marcado pela boa performance dos brasileiros, com duas vitórias nas quatro regatas disputadas, com vento sul de 16 a 20 nós.

Destaque foi para a segunda colocação geral de Wilhelm Schurmann, coroada com a vitória na 12ª e última regata do evento. “Este vice-campeonato teve sabor de vitória. Estou mais feliz do que quando fui campeão sul-americano, este ano, na Argentina, e também norte-americano”, afirmou o catarinense.

Schurmann, de 33 anos, lidera o ranking mundial e este resultado deverá mantê-lo na ponta. Ele dedica-se ao windsurf desde os sete anos e tem resultados importantes como o de bicampeão mundial de Formula Light, 23 títulos brasileiros em diferentes categorias, campeão sul-americano e norte-americano de Formula em 2009.

A festa brasileira do último dia de disputas já havia começado na primeira regata, com a vitória de Gabriel Browne, o Biel. “Consegui largar bem e manter o ritmo até o final”, disse o velejador de apenas 18 anos. “Vencer uma regata é sempre bom demais”, emendou o representante do Ceará, que ficou em sexto lugar na classificação geral na Ilhabela, com 36 pontos perdidos. Vale ressaltar o quinto lugar alcançado pelo baiano radicado em Ilhabela, Paulão dos Reis, com 32 pontos perdidos – o italiano Alberto Menegatti terminou na quarta posição, com 28 pontos.

Décio Sanford, diretor da Arrow Marketing, empresa responsável por trazer o Mundial de Formula pela primeira vez para São Paulo, disse que o evento superou todas as expectativas. Citou como fatores positivos a hospitalidade dos moradores, a beleza natural do lugar e as excelentes condições climáticas para a prática do windsurf. "A Ilhabela mostrou porque é a capital brasileira da vela e já está consolidada no calendário mundial do nosso esporte”, ressaltou o executivo.


Classificação final do Wind Brasil Ilhabela 2009 – com três descartes


1º Ross Williams (ING) – 14 pontos perdidos (1+1+2+3+1+1+3+1+1)
2º Wilhelm Schurmann (BRA) – 24 pp (3+3+3+3+4+2+3+2+1)
3º Jesper Vesterstrom (DIN) – 27 (2+5+5+2+4+1+1+2+5)
4º Alberto Menegatti (ITA) – 28 (5+2+1+1+4+2+5+4+4)
5º Paulo dos Reis (BRA) – 32,3 (4+3,3+4+2+5+5+3+3+3)


Mais informações no site oficial: www.windbrasil.com

Redação Bombarco
Fotos: Luis Doro/Luis Daniel