Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Lars Grael continuará na classe Star mesmo fora da equipe brasileira de vela de 2010

02/03/2010
Compartilhar

Após o encerramento, neste domingo (28), da Pré-Olímpica de Vela 2010, realizada durante a semana passada, no Lago Paranoá, em Brasília, o velejador Lars Grael afirmou que continuará a competir na classe Star.

Segundo Lars a condução técnica do campeonato decepcionou um pouco mas, a raia da classe Star foi bem montada neste último dia de provas:

“Perdemos a vaga na equipe brasileira mas, velejo porque gosto e vou continuar competindo de Star e buscando sempre vencer em qualquer condição”, disse Lars.

Lars Grael e seu parceiro Ronald Seifert, competiram com outras 15 duplas e terminaram a pré-olímpica de vela em terceiro lugar, com 17 pontos perdidos. A dupla que chegou a liderar a competição, sofreu com os ventos fracos e rondados da semana.

Depois de quatro dias com ventos inconstantes, as provas realizadas neste domingo foram consideradas pelos velejadores como as melhores de toda a competição. Os ventos foram estáveis e de boa intensidade (entre 5 e 12 nós).

De acordo com Lars o percurso do domingo teve um tamanho razoável. No sábado, o velejador havia protestado alegando não haver condições de se realizar a última regata do dia devido aos ventos fraquíssimos e à ausência de luz, mas o protesto foi julgado improcedente.

 

Classificação final da Star na Pré-Olímpica
Em primeiro lugar na competição que seleciona os velejadores que receberão o apoio da Confederação Brasileira de Vela e Motor neste ano ficaram os velejadores Robert Scheidt e Bruno Prada, com 12 pontos perdidos. Em segundo ficaram Torben Grael e Marcelo Ferreira também com 12 pontos. Na soma dos resultados da seletiva com as do mundial Torben Grael e Marcelo Ferreira ficaram com a segunda vaga da Equipe Brasileira de Vela já que Robert e Bruno têm vaga cativa por serem os atuais medalhistas olímpicos de prata.

Mais sobre Lars Grael

Lars e Ronald
Apesar do acidente durante uma regata, em 1998, que levou à amputação da sua perna direita, Lars Grael acumula títulos. O maior destaque foi a conquista da medalha de bronze, ao lado de Ronald Seifert, no mundial de Star de 2009, na Suécia.

Os dois já tinham velejado juntos em 2000, auxiliando nos treinos de Torben Grael e Marcelo Ferreira para as Olimpíadas de Sidney. Desde que retomaram a parceria, há cerca de oito meses, Lars e Ronald fisgaram o ouro no 7o. Distrito - considerado o campeonato brasileiro da classe e na Taça Royal Thames. Atualmente, Lars e Ronald ocupam a quarta colocação no ranking mundial da ISAF (Federação Internacional de Vela).


Redação Bombarco
Fonte: Velassessoria