Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Marinha tem novo navio-patrulha

08/12/2009
Compartilhar

O novo Navio-Patrulha da Marinha do Brasil, o Macaé, será batizado e incorporado à Armada, numa cerimônia em Fortaleza (CE) nesta quarta-feira (9).

Construído pela Indústria Naval do Ceará (INACE), recebeu o nome em homenagem à cidade fluminense, importante pólo de apoio à exploração marítima de petróleo no Brasil.

O Macaé é o primeiro de uma nova classe de Navios-Patrulha em construção. Foi utilizado o projeto do Navio-Patrulha francês Classe Vigilante 400 CL54, que foi alterado e aperfeiçoado. Nele foram incorporados desenvolvimentos tecnológicos e melhorias no desempenho do navio.

Com autonomia de 10 dias e raio de ação de mais de 4,5 mil km, o navio auxiliará na fiscalização das Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), e irá desenvolver atividades de patrulha naval, inspeção naval, salvaguarda da vida humana no mar, fiscalização de poluição marítima e proteção dos campos de petróleo no mar, além de contribuir para a segurança do tráfego marítimo nacional.

Para buscar a nacionalização na execução do projeto de construção do Navio-Patrulha, a Marinha alcançou um índice geral de 60%. Dentre os modernos sistemas nacionalizados, cujo elevado grau de complexidade agregam tecnologia de ponta ao setor industrial associado, destacam-se o Sistema de Controle e Monitoramento de Máquinas (SCM) e o Terminal Tático Inteligente (TTI).

Características gerais
Comprimento total: 55,6 metros
Boca máxima: 9,3 metros
Calado máximo: 2,5 metros
Deslocamento: 500 toneladas
Velocidade máxima: 21 nós
Raio de ação a 15 nós: 2.500 MN
Autonomia: 10 dias
Tripulação: 4 oficiais mais 2 destacados, 30 praças e mais 6 destacados
Armamento: 1 canhão 400 mm L70 (AOS) e 2 metralhadoras 20 mm GAM B01-2
Operações aéreas: Capacidade de operar com aeronaves em fainas de recebimento de cargas e de pessoal


Redação Bombarco
Foto: Divulgação