Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Montecristo vence a Regata Despedida do Farol do Moleque

12/11/2009
Compartilhar
O veleiro Montecristo, do comandante Júlio Cecheto, foi o fita azul da Regata Despedida do Farol do Moleque, de médio percurso, realizada em 3 de outubro. A regata abriu o segundo fim de semana da terceira etapa da Copa Mitsubishi Motors de 2009 – IX Circuito Ilhabela de Vela de Oceano, no Canal de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. O líder Touché Super ganhou a regata no tempo corrigindo, mantendo a vantagem na classificação geral, apesar da entrada em vigor do descarte.

“Contornamos a laje do Moleque atrás do Touché, mas depois que o ultrapassamos no vento em popa não fomos mais alcançados”, comemorou o comandante do Carabelli de 53 pés.

O vencedor da regata de 11,1 milhas náuticas (cerca de 20,5 quilômetros) foi o Super Touchê, do comandante Ernesto Breda. “Fizemos novas experiências nas funções da tripulação e fiquei muito satisfeito com o desempenho do grupo”, comentou. "Esta competição está sendo muito importante para acertarmos o grupo para a Rio-Santos e o Circuito Rio”, acrescentou.

Realizado, de José Luís Apud, e Sextante, de Thomas Leomil Shaw, mantiveram a liderança das classes ORC Club 600 e 700. Já na HPE25, com o descarte, Stella Artois, de Fábio Bocciarelli, assumiu o primeiro lugar.


Vivamar

A regata foi realizada por solicitação da ONG Vivamar. A organização tem se manifestado desfavorável ao novo projeto do Porto de São Sebastião da maneira como foi apresentado pela Companhia Docas de São Sebastião (CDSS), empresa do Governo do Estado de São Paulo, e que está em fase de licenciamento ambiental. “É necessário um plano de crescimento, mas também é preciso melhorar as condições de vida aqui. A cidade não vai comportar 24 mil caminhões por dia”, lamentou o velejador Guilherme Mendes, proeiro do Rainha e também morador de Ilhabela. “Perderemos a vela, porque a obra vai 'comer' a metade do canal. Vamos ter um crescimento econômico, mas até que ponto vale a pena termos isso se o desastre será grande?”, questionou o velejador.

O projeto prevê a construção de dois píers avançados no mar e um deles deve se sobrepor ao Farol do Moleque, um marco tradicional à navegação na região, especialmente nos eventos de Vela de Oceano.

A Regata Despedida do Farol do Moleque teve uma premiação especial de fita azul para o primeiro veleiro a chegar à linha de chegada de cada uma das classes convidadas. A quarta e última etapa deste circuito – a de Verão – será disputada nos dias 28 e 29 de novembro e 5 e 6 de dezembro com a tradicional "Regata Volta a Ilhabela Sir Peter Blake”, em sua nona edição consecutiva.

Redação Bombarco

Fotos: Aline Bassi/Balaio/ZDL
Confira Veleiros a venda nos Classificados Bombarco