Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Novidades do São Paulo Boat Show

16/11/2009
Compartilhar

Realizada entre 1º e 6 de outubro, na capital paulista, a 12ª edição do São Paulo Boat Show trouxe para o Transamérica Expo Center novidades de produtos náuticos, entre lanchas, veleiros, jet skis e acessórios para embarcações.

Saiba mais sobre as novas embarcações para todos os gostos e bolsos. Veja também mais fotos do evento e os lançamentos apresentados na feira na Cobertura de Eventos.

Real Class
Um dos destaques apresentados pelo estaleiro do Rio Janeiro é a Real Top 41HT. Lançada no ano passado, o diferencial deste modelo é o teto solar conversível com acionamento elétrico. Com 41 pés, a capacidade é de oito pessoas no cockipit. A montagem básica da embarcação custa a partir de R$ 977.820. Lançada há alguns anos, a Top 40 é também outro destaque da marca. Com dois quartos e banheiro no cockpit, o modelo um flybrigde. Com preços a partir de R$1.350.000.

Viper
Com opções mais acessíveis, o estaleiro paranaense apresentou diversos lançamentos na feira. Uma das novidades é o Triton 260, com 26 pés e a maior cabine da categoria. O modelo comporta até 10 pessoas e quatro para pernoite. A partir de R$ 138 mil. Já o Triton 200 Open destaca-se pelo valor acessível, a partir de R$ 65.744. O barco pode transportar até oito pessoas, com motorização de popa a partir de 90hp.

Bayliner
O estaleiro norte-americano trouxe para a feira cinco modelos, de 28 a 37 pés. Um dos destaques é o Bayliner Cruiser 330 BR, com 33 pés. Os itens de série, que incluem o ar condicionado, caixas flutuantes, são os diferenciais do modelo. “O americano e o europeu visam muito a funcionabilidade, nossos barcos são verdadeiras casas completas para navegação”, destaca Anderson Anthony Linzmeyer, responsável pela importação e vendas do estaleiro no Brasil.

Segundo ele, todas as embarcações do estaleiro são equipadas com fogão, água aquecida, cabines confortáveis e itens de segurança espalhados por todo o barco. “Um barco importado oferece tudo isso, e compete de igual com o mercado nacional, com produtos de alta qualidade e muito próximos ao nacional”, acrescenta Linzmeyer. Para quem não quer aguardar o barco ser projetado, os importados podem ser a opção de pronta entrega. O modelo de 31 pés, com um motor, custa a partir de R$ 410 mil.

Em 2010, estão previstos outro modelo da linha Discovers e Burider, um wake de 26 pés estilizado. Linzmeyer está otimista quanto a recuperação do mercado náutico no país. “No primeiro semestre já sentimos uma estabilizada e acredito que economia de consumo e investimento irá voltar ao que era no final de 2007 e o pico de 2008. Nos Estados Unidos e Europa já voltou à normalidade de crescimento”, diz.

Segundo ele, a redução cambial dos últimos meses também foi outro fator que aqueceu o mercado das embarcações importadas. “O potencial de crescimento no Brasil é grande, tanto em mão de obra como logística. A redução no ICMS foi um incentivo que motiva a indústria e também o consumo”, acrescenta  Linzmeyer.

Fibrafort
O estaleiro também trouxe diversas opções de barcos, de 16 a 31 pés, para todos os bolsos. Um dos principais lançamentos é o Fokker 310 GT, considerado o mais completo da categoria. com a combinação entre área de entretenimento e descanso, possui características de embarcação day cruiser. O modelo possui também uma ampla área de entretenimento no cockpit, com churrasqueira e bar, além de uma cabine com duas camas de casal. O modelo custa a partir de R$ 306.810.

Um dos modelos mais acessíveis do estaleiro é o Fokker 160. A montagem básica do barco custa a partir de R$ 29 mil. Com 16 pés, a embarcação comporta até cinco pessoas. Outro modelo acessível, é o Extreme 190. Com casco inovado, o barco custa a partir de R$ 47.372.
Todas as embarcações também podem ser financiadas, com 40% de entrada e 10 vezes sem juros.

Coral
Lançamento do estaleiro no Rio Boat Show e apresentado também na feira em São Paulo é a Coral 34 Full. Com 34 pés, é equipado com banheiro e box, banco bi-partida e equipada com gerador e ar condicionado e plataforma. Valor sob consulta.

Já a Coral 21 tem capacidade para até sete pessoas. O espaço no convés é o principal diferencial. O seu casco sem madeira, permite melhor desempenho. Valor aproximado de venda, a partir de R$ 60 mil.

Lançada em 2008, a Coral 16 é um dos modelos com o menor preço na categoria. A versão equipada com o motor 60 Mercury custa a partir de R$ 32 mil.

Thorus
Um dos lançamentos do estaleiro é o modelo 405. Barco de 40 pés, é equipado com motor centro rabeta, um dos únicos no mercado que possui essa motorização neste tamanho. O valor é de R$ 1.100.000 (motor à gasolina, com dois motores) e R$ 1.300.000 (motor à diesel).

Outros lançamentos é a 305 e 275, repaginadas. O diferencial dos novos modelos são as vigias redondas e janelas encostadas e na vertical. O 305, custa a partir de R$ 250 mil, já a 275, a partir de R$ 165 mil, na versão standard.

FS Evolution
Desde agosto, a FS incorporou-se com o estaleiro Evolution. Com isso, a FS passa também a fabricar modelos 31 e 33 pés. Antes, eram produzidos apenas modelos de até 22 pés. Dentre os destaques está a FS310 Evolution. Lançado em 2007, o modelo teve  modificações, principalmente na parte de baixo do barco – tanque, gerador, motor e na distribuição de peso do barco.

O carro-chefe do estaleiro é o FS200. Lancha do tipo wake board, que já vem equipado com esquis e lastros automáticos, foi o primeiro modelo híbrido lançado no país, que pode ser utilizado tanto no mar quanto em represas. Custa a partir de R$ 80 mil, com motor 50 centro rabeta. Já o FS 230 Sirena, com dois motores de 30 hp, é o modelo mais acessível do estaleiro.

Cimitarra

O lançamento, Cimitarra 360, inova com um teto solar retrátil em lona, a soft hard top. A partir de R$ 400 mil, motor a gasolina, e R$ 450 mil, e motor Mercury à diesel, com 6,2 litros.

Outro destaque do estaleiro é o Cimitarra 270, que possui o maior espaço interno e maior navegabilidade da categoria. Preços a partir de R$ 150 mil (motor gasolina). Destaque também para o Cimitarra 2004. Lançada em 2004, o modelo possui o maior espaço interno da categoria. Sua plataforma de popa é maior, até mesmo que o modelo 34. A partir de R$ 230 mil.

Já o Cimitarra 410, lançada no Rio Boat Show e apresentada também em São Paulo, é um modelo de 50 pés, equipada com fly brigde. A partir de R$ 1.080.000 (sem os opcionais), mas equipado com os itens de segurança.

Ventura
O V 215, de 21,5 pés, foi o principal lançamento do estaleiro no salão. Com capacidade para 11 pessoas e duas para pernoite, a embarcação possui uma cabine com banheiro. A  navegabilidade e estabilidade na água são os diferenciais do modelo. A partir de R$ 62.900.

Já a V 265 Plus destaca-se pelo luxo. O design é o diferencial do modelo, equipado com TV, DVD, estofado em couro, cabine, frigobar, tapete, capota. A partir de R$ 127 mil. Lançado no ano passado, o V 175 é um dos modelos mais acessíveis do estaleiro. Com motor 60 HP, foi apresentado como o barco com “preço de carro popular”. Hoje custa a partir de R$ 33.950. Também com preço acessível, a partir de R$ R$ 48.800, é o modelo V 19,5, com mais de mil unidades vendidas em três anos, em todo o Brasil. A capacidade é de oito pessoas.

Regal
Representante exclusiva do estaleiro norte-americano no Brasil, a Regatta apresentou no salão, a 2220 FasDeck e a 2100 FasTrac.

Com 22 pés, a 2220 Fasdeck caracteriza-se pela característica esportiva e também pelo luxo. Equipados com motores 300 hp, o pode ser utilizada para a prática de wake board. O solarium na proa é o diferencial do modelo. “Acabamento impecável, nos mínimos detalhes, e também a manutenção são as características e os diferenciais da marca. Quem conhece sabe disso”, afirma Rogério Prado, gerente de produtos da Regatta. Outro diferencial das embarcações do estaleiro, segundo o gerente, é a garantia liftime, ou seja, para a vida toda, o que não exige manutenções.

Já a 2220 FasDeck caracteriza-se pelo apelo esportivo, pode ser utilizada para a prática de wake board, uma esportiva de luxo. O solarium na proa é o diferencial. Mais espaçosa e com preocupação nos detalhes, como porta copos.

Para o gerente de produtos, a feira de 2009 superou as expectativas de vendas. “As vendas estão 60% maiores do que em 2008, a crise passou rápida. Mas foi uma surpresa para nós, que tivemos boas vendas em tudo, de barcos, botes e motores”, justifica ele.

Bote G600 GII
Outro lançamento da Regatta, em parceria com a Zefir, foi a linha de botes infláveis. O modelo de seis metros de comprimento, possui bancos, consoles, porta luvas. Hoje, os modelos estão sofisticados e confortáveis, e conseguem atingir locais que uma lancha comum não conseguiria ir. Valores a partir de R$ 78 mil.
Nautos e Tom&Cat

A empresa levou para o salão a linha completa de ferragens para veleiros. Parceiro no estande, o estaleiro Tom&Cat, de São Paulo, apresentou o veleiro Day Sailer.

De fácil manuseio, o valeiro é bastante utilizado como barco escola e quem está iniciando na vela. Antonio Costa, o Tom, revela que a embarcação poderá ser utilizado nas próximas paraolimpíadas. A embarcação custa R$ 20.896. Tom também se prepara para lançar dois catamarãs, o Tom Cat Fun, de 13 pés, e o Tom Cat Race, de 17 pés.

Yacxo Yachts
Fundado há apenas dois anos por dois empreendedores, o estaleiro trouxe o seu primeiro modelo, lançado no Rio Boat Show, o Yacxo 337.

Com 38 pés, possui dois camarotes fechados e duas camas de casal. A capacidade é de três casais para pernoite e 12 pessoas durante o dia. “O barco não deixa nada a dever com os importados”, explica Bruno Rangel.

A embarcação é vendida a partir de R$ 490 mil, motorizada e pronta para navegar. Desde o lançamento, no Rio, até o início do São Paulo Boat Show, oito embarcações já tinham sido vendidas. Até o penúltimo dia do salão, outra duas já tinham sido negociadas. “O pessoal vem aqui já sabendo da lancha e curiosos para saber se realmente é tudo isso. Todos saem satisfeitos e impressionados. Está sendo um sucesso”, avalia Rangel. Para o próximo ano, o estaleiro planeja lançar outros dois modelos, uma menor e outra menor que a 337.


Redação Bombarco
Fotos: Márcio Ishihara