Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Para preservar tradição, Ilhabela cria Escola de Canoa Caiçara

07/01/2010
Compartilhar

Um projeto de Ilhabela (SP) irá valorizar uma das principais manifestações da cultura caiçara: a fabricação de canoas artesanais. Assim, a Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura e Fundação de Arte e Cultura (Fundaci), iniciará neste mês a primeira Escola de Canoa Caiçara.

Segundo o secretário executivo da Fundaci, Nivaldo Simões, a produção ocorrerá a partir de madeira apreendida por órgãos ambientais, árvores que caem mata ou ainda retiradas por questão de segurança com autorização municipal. “Desta maneira faremos um resgate de uma tradição, a fabricação de canoas caiçaras em Ilhabela”, destacou.

A fundação já iniciou o credenciamento de monitores e já está com inscrições abertas para os interessados em aprender a arte da produção de canoas artesanais, na sede da Secretaria da Cultura (Vila), Galpão das Artes (Cocaia) e Espaço Arte Sul (Praia Grande). “Assim que tivermos a demanda já iniciaremos a aula”, informou o secretário.

“Vencedora” ao mar
Outro projeto será o restauro de antigas canoas, entre elas, a Vencedora, exposta ao lado da sede do Parque Estadual de Ilhabela, na Vila. De acordo com o secretário executivo da Fundaci, a idéia é realizar uma viagem experimental ao redor da Ilha de São Sebastião após a recuperação da embarcação.

Simões ressaltou ainda que há planos de restaurar também uma outra canoa de grande porte, a Capricho, na região sul de Ilhabela. A ideia é deixar a canoa exposta no Centro Cultural, que está sendo construído na Praia Grande.

Corrida de Canoa a motor
Uma tradição também esquecida ao longo dos anos é a corrida de canoa a motor que, a Prefeitura planeja resgatá-la com uma prova entre a Praia do Bonete, extremo sul de Ilhabela, e a Vila, no centro.

A Secretaria de Cultura e a Fundaci trabalham atualmente no cadastramento de todas as canoas existentes no município. A proposta também é promover novas corridas de canoa de longo percurso a remo e à vela.


Redação Bombarco
Fonte:Prefeitura de Ilhabela
Foto: Divulgação/PMI