Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Unidos para um ambiente mais limpo

17/12/2009
Compartilhar

Pescadores, estudantes, professores, ONGs e a Secretaria do Meio Ambiente da Prefeitura do Guarujá (SEMAM) se uniram no início do mês, em dois mutirões de limpeza para um meio ambiente mais saudável.  

As atividades iniciaram no dia 5, no bairro da Santa Cruz dos Navegantes, com a limpeza da praia e plantio de mudas de mangue. Na ocasião, mais de 400 alunos da Escola Estadual Nossa Senhora dos Navegantes recolheram cerca de 350 kg de lixo, entre sacos plásticos, garrafas pet, embalagens de leite e outros.

Já no dia 8, as ações foram concentradas no sítio de Conceiçãozinha, na Escola Estadual Luiz Beneditino Ferreira. A data coincidiu com as comemorações da padroeira do bairro, Nossa Senhora da Conceição, e reuniu mais de 300 alunos.

Os pescadores fizeram a limpeza do mangue do rio Pouca Saúde (antiga Gamboa do Juca) e retiraram 550 kg de lixo, uma quantidade bem menor das cinco toneladas retiradas na limpeza de 2004. Em 2003, o mangue foi “adotado” pela comunidade e pela empresa Cargill, que tomam conta para que não seja jogado entulho nas beiradas, agora arborizadas.

Além dos mutirões de limpeza, os dois bairros também receberam atividades de educação ambiental, desenvolvidas pela ONG Vivamar, Núcleo de Pesquisas e Estudos em Chondrycthyes (Nupec), Cooperilha, Instituto de Pesca e pelos embaixadores do meio ambiente, da Brasil Ocean Future Society (OFS).

Pescadores  da região também participaram do mutirão de limpeza
Também foram desenvolvidos serviços sociais, como emissão de carteira de trabalho, cartão do SUS, orientações sobre o programa Bolsa Família, assistência jurídica gratuita e atendimento do Procon.

O secretário do Meio Ambiente, Élio Lopes, esteve presente nos dois eventos, e recebeu o título de Amigo dos Pescadores, entregue por Newton Raphael Gonçalves, da Unipesc-União dos Pescadores de Conceiçãozinha. A professora Conceição Magalhães, da Escola Luiz Beneditino Ferreira, acompanhou os alunos para o plantio de árvores nativas em frente ao rio Pouca Saúde.

Ao final dos dois eventos houve também a distribuição de brindes e sorteios de bicicletas e capas de chuvas oferecidas pela ONG Vivamar. Os pescadores também receberam cestas básicas da organização pelo dia de pesca parado.


Redação Bombarco