Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Material hospitalar é encontrado na Baía de Guanabara

07/04/2011
Compartilhar

O Projeto Grael, em Niterói, mantém uma iniciativa chamada Projeto Águas Limpas, destinado a operar uma embarcação diariamente (sete dias por semana) para retirar o lixo flutuante que polui as águas da Baía de Guanabara.

No último fim de semana, a equipe foi surpreendida por uma grande quantidade de recipientes coletores de sangue, seringas e agulhas, ainda lacrados, na área próxima à praia de São Francisco.

Em alguns coletores, por exemplo, a data de validade era de junho deste ano.

Ainda não se sabe a procedência do material.

Sobre o Projeto Águas Limpas

Três alunos do Projeto Grael operam uma embarcação específica para retirar resíduos flutuantes (sólidos e líquidos) da Baía de Guanabara. A iniciativa, inédita, é uma parceria entre a concessionária Águas de Niterói, Ministério Público do Rio de Janeiro, com o apoio da Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN).

A embarcação, feita de alumínio, possui uma caçamba basculante que realiza um peneiramento das camadas superficiais da baía. Os resíduos sólidos são armazenados em um contêiner com capacidade para 500 kg.

Já o óleo flutuante é depositado em uma caixa separadora, com capacidade para mil litros. Paralelo ao processo de remoção do lixo ocorre o monitoramento ambiental da região, promovido pelo Projeto Grael, para avaliar os resultados da operação.

Redação: Bombarco
Fonte: Projeto Grael – www.projetograel.com.br
Foto: Acervo Projeto Grael