Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Projeto Grael inaugura biblioteca que ficará disponível aos alunos e à comunidade

16/08/2010
Compartilhar

O Projeto Grael inaugura, na próxima terça-feira (17), às 14h30, sua biblioteca que receberá o nome da matriarca da família, Biblioteca Ingrid Schmidt Grael. Para marcar o evento, haverá um show especial da artista Bia Bedran, reconhecida internacionalmente por sua musicalidade para o público infantil.

Estão confirmadas as presenças dos filhos Axel, presidente do Projeto Grael, e Torben, maior medalhista olímpico do país.

Para engrandecer a biblioteca, o Projeto Grael está recebendo doações de livros exclusivamente focados no meio ambiente e na área náutica.

Serviço:

Inauguração da biblioteca Ingrid Schmidt Grael
Dia: 17/08/2010
Horário: 14h30
Local: Projeto Grael – Rua Carlos Ermelindo Marins 494 – Jurujuba, Niterói

Conheça um pouco sobre Ingrid Grael

Ingrid que faleceu no dia 22 de setembro de 2008 foi um exemplo na prática de esportes, como vela, natação, saltos ornamentais e, ainda, tênis e esgrima. Em 1955, foi eleita Miss Icaraí, Miss Niterói, Miss Rio de Janeiro e terminou em segundo lugar no concurso Miss Brasil daquele ano.

Com temperamento forte e decidido, ela foi a grande referência da família, inclusive em momentos difíceis, como na ocasião do acidente que custou a perna direita de seu filho Lars. Na época, suas declarações firmes na imprensa mobilizaram a opinião pública a torcer pela recuperação de Lars e a exigir a punição do culpado pelo acidente.

Como uma rainha nunca perde a majestade, Ingrid faleceu no primeiro dia da primavera e agora veleja lá em cima em ventos muito melhores.

 

Saiba mais sobre o Projeto Grael

O Projeto Grael (www.projetograel.org.br) foi criado há doze anos por uma iniciativa dos irmãos e velejadores Torben e Lars Grael e Marcelo Ferreira. Atualmente, o irmão mais velho, Axel Grael, ex-presidente da Feema e também velejador, é o presidente do Instituto.

Desde a sua fundação, o Projeto Grael, também conhecido como Instituto Rumo Náutico, vem desenvolvendo uma metodologia própria de esporte e educação, que serviu como base para outros programas semelhantes, como o Navega São Paulo, do Governo do Estado de São Paulo, e o Projeto Navegar, iniciativa federal desenvolvida em diversas cidades brasileiras.

Além disso, as cidades de Vitória (ES) e Maricá (RJ) já acolheram núcleos do Projeto Grael. Em março deste ano, o Projeto abriu sua primeira unidade descentralizada no município de Três Marias (MG).

A iniciativa já conquistou reconhecimento internacional com prêmios e chancelas recebidas de instituições, como a Federação Internacional de Vela (Isaf), a Unesco, dentre outras. Mais de 8 mil jovens que passaram pelo Projeto Grael desenvolveram, além da prática da vela e de conhecimento profissionalizante para o mercado náutico, o conceito de cidadania.


Redação Bombarco
Fonte: Velassessoria –
http://www.projetograel.org.br/