Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Notícias

Santa Catarina é a casa de grandes estaleiros

25/11/2016
Compartilhar
O estado de Santa Catarina se tornou um reduto de estaleiros de grandes e renomadas marcas nacionais e internacionais. Com incentivos fiscais e aproveitando a constante crescente do setor náutico, o estado se tornou um dos maiores polos náuticos do país com mais de 13% do total de empresas que atuam nesse ramo.

A chegada e permanecia de grandes marcas movimentou e atraiu ainda mais adeptos ao mercado náutico, que anualmente vem se desenvolvendo. Em constante evolução, mais de 40 empresas que fabricam barcos de lazer e esporte estão em Santa Catarina, o que representa 13,45% do total de empresas do país (Sebrae/SC).

Uma das mais reconhecidas marcas do mundo, o Grupo Azimut Yachts, é uma dessas empresas que escolheu Santa Catarina para se instalar. Atuando no estado há seis anos, o estaleiro gera 300 empregos diretos e continua em expansão, com pretensões de abrir mais de 150 novas vagas, já que a fabrica segue em crescimento para receber construções de embarcações de 95 pés.

“Entre as avaliações feitas para a instalação da unidade produtiva do Grupo Azimut-Benetti no Brasil, em 2010, Santa Catarina foi a escolhida pelo potencial náutico, especialmente por concentrar uma boa infraestrutura portuária, logística, potencial em mão de obra e marinas, além do apoio dos Governos tanto municipal quanto estadual”, explicou o CEO da Azimut Yachts Brasil, Davide Breviglieri.  

Além disso, Breviglieri destaca outras pontos que são relevantes para o crescimento do setor náutico em Santa Catarina .“Se percebe a visão e o crescimento do poder público e da iniciativa privada catarinense pela realização de eventos do gênero e pelo surgimento de novas marinas –  fundamentais para o desenvolvimento náutico - como é caso da marina de Itajaí, recém-inaugurada; projeto em andamento em Porto Belo, além das marinas e iates clubes existentes como é o caso de Balneário Camboriú, Joinville, São Francisco do Sul e Florianópolis – os quais beneficiam tanto estaleiros e outras empresas do setor, aos proprietários de embarcações e às comunidades em geral já que o mercado náutico impulsiona significativamente a economia e sua movimentação reflete em vários outros setores como o comércio, turismo, serviços e outros”, concluiu.


> Consulte o preço de lanchas na Tabela Bombarco

> Encontre diversos modelos de lanchas à venda nos Classificados do Bombarco!

Redação Bombarco
Foto: Acioni Cassaniga/Divulgação